Outras Edições

Em destaque Japão

Japão relata 1º possível caso de transmissão local da varíola dos macacos

O homem que contraiu a doença pertence à base aérea dos EUA em Yokota

Crédito: Redação - 06/08/2022 - Sábado, 10:12h

Tóquio, Japão - Um homem de 20 a 29 anos de idade que pertence à base aérea dos Estados Unidos em Yokota (Tóquio) testou positivo para varíola dos macacos, tornando-o o terceiro caso confirmado da doença no Japão, informou o Ministério da Saúde na sexta-feira (5).

Segundo a agência de notícias Jiji Press, o homem não tem histórico recente de viagem ao exterior, mas teve contato com uma pessoa que veio ao Japão para uma estadia de curto prazo, disse o Ministério.

Este pode ser o primeiro relato de transmissão local de varíola dos macacos. Nos dois casos anteriores, os infectados apresentaram sintomas e foram diagnosticados no Japão depois de terem retornado de viagem ao exterior.

O Ministério da Saúde disse que o homem foi internado em um hospital de base aérea de Yokota na quinta-feira com sintomas como dor de cabeça, fadiga e erupções cutâneas. Sua nacionalidade não foi divulgada.

O Ministério está trabalhando com governos locais e militares dos EUA para rastrear a rota da infecção e determinar se alguém esteve em contato próximo com o homem.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), até quinta-feira foram registrados 26.864 casos de varíola dos macacos em 88 países e regiões. A maioria está nos Estados Unidos e na Europa.

No mês passado, a OMS declarou que o surto é uma emergência de saúde global, uma vez que a doença está se espalhando rapidamente.

A designação da OMS - uma "emergência de saúde pública de interesse internacional (PHEIC)" - foi projetada para desencadear uma resposta internacional coordenada e poderia desbloquear financiamento para colaborar no compartilhamento de vacinas e tratamentos.

A varíola dos macacos, que causa sintomas semelhantes aos da gripe e lesões na pele, vem se espalhando principalmente em homens que fazem sexo com outros homens no recente surto, mas autoridades dizem que isso não pode ser motivo de estigma ou discriminação porque qualquer pessoa pode contrair a doença por contato próximo com infectados, independentemente de sua orientação sexual.

Foto: Reprodução/NHK

Compartilhe
Comentários

1688 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203