Outras Edições

Em destaque Economia

Gastos das famílias no Japão aumentam pela primeira vez em 4 meses

As pessoas abriram suas carteiras para hospedagens, pacotes turísticos e atividades ao ar livre

Crédito: Reuters - 05/08/2022 - Sexta, 18:00h

Tóquio, Japão - As famílias no Japão aumentaram os gastos pela primeira vez em quatro meses em junho, uma vez que a demanda por serviços de viagens aumentou em um sinal positivo para perspectivas mais amplas de recuperação.

Os gastos saltaram 3,5% em junho em relação ao mesmo mês do ano anterior, mostraram dados do governo nesta sexta-feira (5), registrando seu primeiro aumento anual desde fevereiro, quando as famílias abriram suas carteiras para hospedagens, pacotes turísticos e atividades ao ar livre.

Os dados, que foram mais fortes do que a estimativa média de um aumento de 1,5% em uma pesquisa da Reuters, mostraram que as pessoas gastaram menos com peixes e vegetais, enquanto gastaram mais com transportes.

Embora o aumento tenha sido maior do que o esperado, é improvável que dissipe as preocupações de que a recuperação do Japão fique atrás das vistas em outras grandes economias, como os Estados Unidos, especialmente depois que as infecções por Covid-19 tiveram um aumento recorde nas últimas semanas.

Haverá casos em que as pessoas desistem de viajar devido à rápida disseminação da pandemia, mesmo sem novas restrições contra ela, disse Atsushi Takeda, economista-chefe do Itochu Economic Research Institute.

“O impulso da recuperação nas viagens diminuirá no momento”, acrescentou Takeda.

Os gastos com hospedagens em junho superaram os níveis vistos antes da pandemia três anos antes em 4,5%, mostraram os dados.

Dados separados nesta sexta-feira mostraram que os salários reais do Japão estenderam quedas pelo terceiro mês consecutivo em junho, com os preços ao consumidor subindo mais rápido do que os salários nominais, que tiveram seu crescimento mais forte em quatro anos, em um sinal preocupante para o poder de compra das famílias.

"O crescimento dos salários permanece moderado quando consideramos os aumentos nas horas de trabalho e não será suficiente para levar o Banco do Japão a apertar a política monetária", disse Darren Tay, economista da Capital Economics.

Uma pesquisa do setor privado no início desta semana mostrou que o crescimento da atividade do setor de serviços estagnou em julho, com o aumento da inflação e a incerteza sobre a economia global prejudicando a demanda.

Alguns analistas começaram a alertar que a recuperação econômica do Japão pode desacelerar no trimestre atual após uma expansão esperada em abril-junho devido a uma alta modesta na demanda do consumidor depois que o governo suspendeu as restrições da Covid-19.

Os dados desta sexta-feira mostraram que os gastos também aumentaram em relação ao mês anterior, ganhando 1,5% em uma base com ajuste sazonal.

Esse ganho, que foi mais forte do que um aumento previsto de 0,2%, marcou uma recuperação de um forte declínio de 1,9% no mês anterior.

Foto: Reuters
Compartilhe
Comentários

1688 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203