Outras Edições

Em destaque Economia

Filipinas pedem que consumidores do Japão aceitem preço mais alto de bananas

O país é o principal fornecedor da fruta para o Japão

Crédito: Redação - 03/07/2022 - Domingo, 16:42h
Tóquio – Produtores filipinos de banana fizeram um raro pedido a varejistas e consumidores no Japão, que é seu maior mercado de exportação. Eles requisitam que os japoneses aceitem o preço da fruta, que também sofreu aumento, para sustentar a produção naquele país.  

O pedido na verdade foi feito por meio de um adido agrícola da Embaixada das Filipinas em Tóquio em entrevista à Kyodo News. 

Jose Laquian disse que os preços das bananas filipinas devem ser “justos” e refletir o aumento dos custos de produção e logística, se o público japonês quiser desfrutar do mesmo nível de oferta e qualidade. 

O pedido incomum da Embaixada do país vizinho para aceitação de um aumento de preços foi feito no início de junho à Associação de Varejistas do Japão, que agrega supermercados entre seus membros, e num momento em que o público japonês sente a necessidade de conter gastos em meio à inflação e aos salários estagnados. 

Em geral, os varejistas relutam em aumentar os preços por receio de afastar os consumidores acostumados a valores estáveis, mas nestes dois últimos anos têm sido forçados a fazê-lo para uma série de produtos. 

Os preços da banana no Japão permanecem estáveis em cerca de 260 ienes desde 2015. E o que as Filipinas quer é que o Japão entenda que o aumento de preço é urgente para compensar a elevação dos custos, causados pela pandemia e invasão da Ucrânia, pois os agricultores filipinos dificilmente estão lucrando. 

As Filipinas são o maior fornecedor de bananas do Japão, com 76% das importações e transportando 844 milhões de toneladas em 2021. A Embaixada das Filipinas citou que o Equador responde por 11%, seguido pelo México, com 6,6%. 

O governo japonês disse que o consumo médio anual de famílias locais é de 19 quilos e representa um quarto de todo consumo de frutas. 

Laquian espera que o setor privado do Japão chegue a um “preço mutuamente aceitável”, acrescentado que os produtores filipinos estão absorvendo os custos crescentes. 

Ele pediu uma divisão equitativa dos encargos entre as partes interessadas e um retorno justo para a indústria de banana, que ele diz ter 2,2 milhões de dependentes.

O adido disse que as Filipinas podem considerar a venda de suas bananas para outros países, se o pedido de aumento de preço não for aceito. 

A possibilidade também de o mercado japonês ser ocupado pela fruta produzida no Equador, por exemplo, não perturba Laquian. 

"Deixe-os vir. É uma competição", disse Laquian, lembrando que a curta distância entre seu país e o Japão garante que as bananas cheguem frescas.


Foto: iStockphoto 


Compartilhe
Comentários

1688 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203