Outras Edições

Em destaque Brasil

Planalto ordena suspensão de redes sociais de embaixadas e consulados do Brasil

O motivo seria o período de defeso eleitoral, que começou no sábado (2 de julho)

Crédito: Redação - 03/07/2022 - Domingo, 11:47h
Tóquio – Os brasileiros que tentarem entrar nos sites dos consulados do Brasil de Nagoia (Aichi), Hamamatsu (Shizuoka), Tóquio ou mesmo da Embaixada neste momento serão direcionados para a página do Ministério das Relações Exteriores, na qual estarão indicados apenas e-mails de cada setor destes postos no Japão. O mesmo quadro será encontrado por brasileiros que vivem em outros países. O motivo para isso é o período de defeso eleitoral, que começou no sábado (2 de julho) e irá até o dia 31 de outubro, caso haja segundo turno nas eleições.

O defeso eleitoral determina que, nos três meses que antecedem a eleição, é vedada a publicidade institucional, independente do momento em que foi autorizada. A medida tem o objetivo de coibir o uso indevido, desvio ou abuso do poder econômico ou do poder de autoridade, da utilização indevida de veículos ou meios de comunicação social em benefício de candidato ou partido político.

A medida não se aplica apenas aos postos consulares ou embaixadas do Brasil, mas também a todos os órgãos do governo, incluindo ministérios e forças armadas. 

O fato foi publicado pelo articulista do UOL, Jamil Chade, indicando que a mudança se deve a uma instrução do Palácio do Planalto transmitida pelo Itamaraty na quinta-feira (30 de junho), ordenando que embaixadas do Brasil e postos consulares em todos os países suspendam suas contas em redes sociais temporariamente, com a respectiva troca de perfis, desta vez com regras rígidas sobre o que poderá ser publicado. O objetivo é divulgar apenas informações de interesse dos cidadãos e sobre os serviços dos postos, como horário de atendimento para renovação de passaporte e outros. 

Consta que nas novas contas será proibido fazer comparações com gestões passadas ou usar adjetivos nos textos. Os perfis pessoais dos diplomatas e servidores dos postos são de suas responsabilidades. Porém, o Itamaraty recomenda que sigam o mesmo comportamento ditado para as contas oficiais. 

O jornalista publicou que além da suspensão, as atividades de comunicação institucional do Ministério, inclusive nos postos no exterior, também deverão se adequar às regras impostas pela legislação. A medida vale para Facebook, Instagram, Twitter, YouTube, Flickr, TikTok, Linkedln, SoundCloud e outras redes. 

Miguel Kamiunten, que participa do Movimento Brasileiros Emigrados (MBE), grupo criado há alguns meses, disse que está em contato com compatriotas do MBE da América do Norte, Ásia e Europa para realizarem uma reunião ainda neste domingo (3), por volta da meia-noite (horário do Japão). 

“Os brasileiros do MBE militam há anos em favor dos direitos das comunidades no exterior e vamos elaborar uma carta a ser enviada ao governo do Brasil nos posicionando com relação a isso”, disse Kamiunten. 

Kamiunten disse que o grupo também enviou cartas sobre o tema aos candidatos presidenciáveis. 

O primeiro turno da eleição presidencial será realizado no dia 2 de outubro. Um eventual segundo turno será em 30 de outubro. 


Foto: Reprodução 


As buscas feitas por páginas de consulados ou de embaixadas terminam na página do Ministério das Relações Exteriores do Brasil 

Compartilhe
Comentários

1688 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203