Outras Edições

Em destaque Comunidade

Shizuoka: brasileiro é preso por filmar mulheres com câmera escondida em banheiro

A pena para esse tipo de crime varia de uma província para outra

Crédito: Redação - 02/06/2022 - Quinta, 10:41h

Kannami - Um brasileiro de 36 anos foi preso na quarta-feira (1) sob acusação de instalar uma minicâmera escondida no banheiro feminino de uma loja de conveniência na cidade de Kannami (Shizuoka), informou a polícia local.

Além do crime por filmar mulheres de forma obscena, o brasileiro, residente no distrito de Shinjuku, em Tóquio, também está sendo acusado de invasão por ter entrado no banheiro feminino para instalar a câmera em novembro do ano passado.

A pena pelo crime de filmar ou fotografar pessoas sem consentimento (tousatsu / 盗撮) varia de uma província para outra. Em Shizuoka, o acusado pode ser condenado a seis meses de prisão ou multa de até ¥500 mil. Em caso de reincidência, a pena dobra para um ano de prisão ou multa de até ¥1 milhão.

CARRO SEM REGISTRO
A polícia também informou que um outro brasileiro de 26 anos foi preso na terça-feira (31) por dirigir um carro sem registro no distrito de Suruga, em Shizuoka (capital da província de mesmo nome), em abril deste ano.

Foto: iStockphoto
Compartilhe
Comentários

1532 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203