Outras Edições

Em destaque Japão

Japão gasta ¥1 bilhão para investigar barco que afundou com 26 pessoas no norte do país

Uma embarcação puxou o Kazu I de uma profundidade de 120 metros usando cabos

Crédito: Redação - 23/05/2022 - Segunda, 21:32h

Tóquio - Um barco de turismo que afundou foi puxado para perto da superfície do mar em Hokkaido na segunda-feira (23), um mês depois do acidente que deixou 14 pessoas mortas e outras 12 desaparecidas, informaram a emissora NHK e a agência de notícias Kyodo.

Uma embarcação operada pela Nippon Salvage puxou o Kazu I, de 19 toneladas, de uma profundidade de 120 metros usando cabos que foram levados por três mergulhadores dentro de uma cabine.

O barco, que desapareceu na península de Shiretoko em 23 de abril com 24 turistas e dois tripulantes a bordo, começou a ser rebocado para águas rasas de Shari, segundo a Guarda Costeira, e deve vir completamente à tona nesta terça-feira.

O barco será então transportado para um porto próximo na esperança de que as autoridades possam determinar a causa do acidente. Já se sabe que há um buraco no casco do Kazu I, mas o que provocou o dano ainda é desconhecido.

A Guarda Costeira continua sua busca pelos desaparecidos usando navios de patrulha e outros meios. Mergulhadores de águas profundas terminaram a vistoria dentro do barco de turismo na semana passada, sem encontrar vestígios dos desaparecidos.

Enquanto isso, o governo japonês está trocando informações com as autoridades russas depois que dois corpos, possivelmente os dos desaparecidos, foram encontrados em Kunashiri, uma das ilhas controladas pela Rússia ao largo da península que estão no centro de uma disputa territorial com o Japão.

Uma carteira de motorista japonesa foi encontrada perto de um dos corpos, levando as autoridades a acreditar que poderia ser um homem de 27 anos. O corpo de uma mulher foi descoberto em 6 de maio.

De acordo com o Ministério da Terra, Infraestrutura, Transporte e Turismo, o custo de uma série de trabalhos associados para investigar o acidente é de ¥1 bilhão, incluindo os gastos para trazer o barco à tona.

O Ministério também considerou pedir ao proprietário do barco para arcar com o custo, mas como não há base legal para isso, muito provavelmente o governo pagará todas as despesas.

Foto: Reuters
Barco Kazu I no fundo do mar
Compartilhe
Comentários

1532 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203