Outras Edições

Em destaque Japão

Agência mantém alerta de tsunami para província de Iwate e suspende para Amami e Tokara

Guarda Costeira do Japão informou que não foram observados danos materiais ao longo da costa do Pacífico

Crédito: Redação - 16/01/2022 - Domingo, 09:41h
Iwate – O alerta de tsunami emitido para a província de Iwate está em vigor na manhã deste domingo (16), enquanto que para as ilhas Amami e Tokara, na província de Kagoshima, passou para aviso de tsunami, segundo a Agência Meteorológica do Japão. No mapa da Agência o alerta aparece em vermelho, enquanto o aviso para que os moradores acompanhem as informações aparece em amarelo. 

O tsunami foi provocado pela erupção massiva de um vulcão submarino na ilha de Tonga na tarde de sábado (15). Durante a madrugada do domingo, as ilhas Amami e Tokara permaneceram em alerta máximo, enquanto que Iwate foi adicionada por volta das 4h. Para toda a costa do Pacífico, pegando de Hokkaido a Okinawa, porém, foi emitido aviso de tsunami.  

Ainda no sábado, as autoridades registraram ondas de 1,2 metro nas ilhas Amami, e de 1,1 metro na manhã deste domingo no porto Kuji, na província de Iwate. 

Ondas de até 90 cm foram notadas em Chichijima, Ilhas Ogasawara, cidade de Tosashimizu, na província de Kochi, cidade de Gobo, na província de Wakayama, cidade de Hamanaka, em Hokkaido e cidade de Kushimoto, em Wakayama.

O tsunami de 80 centímetros foi registrado em Muroto, província de Kochi, e Yaene, em Hachijojima, emTóquio.

Ondas de 70 cm foram vistas em Kumano, em Taneshima, na província de Kagoshima, no porto de Onahama na cidade de Iwaki, província de Fukushima, Porto Gozenzaki na província de Shizuoka, porto de Sendai em Miyagi, na cidade de Minami Osumi na província de Kagoshima e Miyagi, Ayukawa, cidade de Ishinomaki, cidade de Urakawa, Hokkaido, porto de Miyazaki, na província de Miyazaki.

O tsunami de 60 cm foi anotado no porto de Tokachi, na cidade de Hiroo, em Hokkaido, no porto de Shifushi, na província de Kagoshima, na Cidade de Tahara, província de Aichi, no porto de Aburatsu em Nichinan, província de Miyazaki, em Toba, província de Mie, em Kagoshima, na cidade de Makurazaki, além do porto de Hachinohe, na província de Aomori, porto de Orai, em Ibaraki, e em Hanasaki na cidade de Nemuro, Hokkaido.

A Guarda Costeira informou que não houve relato de danos até o momento. 

Os serviços ferroviários e de balsas em algumas áreas serão suspensos enquanto vigorar o alerta. 

As autoridades repetiram que o tsunami não é constituído de apenas uma onda, mas de várias, e que as mais altas podem chegar depois das iniciais. Daí a necessidade de buscar refúgio em lugares altos para quem reside na região costeira ou mesmo ao longo das margens de rios. 

Durante a madrugada o governo emitiu ordens de evacuação para mais de 200.000 pessoas em sete províncias, incluindo Aomori, Iwate, Chiba e Kagoshima.  

Um vídeo feito na cidade de Setouchi, nas ilhas Amami, mostrava carros tentando chegar a lugares mais altos. 


Foto: Reprodução/TBS


Compartilhe
Comentários

2244 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203