Outras Edições

Em destaque Coronavírus

Reino Unido alerta sobre nova variante de coronavírus que pode tornar vacinas menos eficientes

O governo britânico impôs restrições a voos da África do Sul, onde o vírus mutante está se espalhando

Crédito: Reuters - 26/11/2021 - Sexta, 08:54h

Londres - O Reino Unido anunciou na quinta-feira (25) preocupação com a identificação de uma nova variante do coronavírus que se espalha pela África do Sul e que pode tornar as vacinas menos eficientes, e impôs restrições sobre seis países africanos.

O Reino Unido anunciou que está proibindo temporariamente os voos vindos da África do Sul e de outros cinco países a partir do meio-dia desta sexta-feira, e os viajantes britânicos vindos desses lugares precisarão fazer quarentena.

A Agência de Segurança Sanitária britânica disse que a variante --chamada de B.1.1.529-- tem uma proteína spike que difere drasticamente das do coronavírus original, no qual foram baseadas as vacinas.

A nova variante tem mutações que podem evadir a resposta imunológica gerada tanto pelas infecções anteriores quanto pela vacinação, e também mutações associadas com uma maior infecciosidade.

"O que sabemos é que há um número significativo de mutações, talvez o dobro do número de mutações que vimos na variante Delta", afirmou o secretário de Saúde Sajid Javid à imprensa.

"E isso pode indicar que ela pode ser mais transmissível e que as atuais vacinas que temos podem ser menos eficientes".

Javid afirmou que mais dados são necessários, mas que as restrições de viagem são necessárias como precaução, enquanto cientistas afirmam que estudos laboratoriais são necessários para avaliar a probabilidade das mutações resultarem na redução da eficácia das vacinas.

A África do Sul já confirmou cerca de 100 espécimes como B.1.1.529, mas a variante também foi encontrada em Botswana e Hong Kong --o caso de Hong Kong é de um viajante sul-africano. Até 90% dos casos novos de Gauteng poderiam ser da B.1.1.529, acreditam cientistas.

"Embora os dados sejam limitados, nossos especialistas estão fazendo hora extra com todos os sistemas de vigilância estabelecidos para entender a nova variante e quais podem ser as implicações em potencial", disse o Instituto Nacional de Doenças Transmissíveis da África do Sul em um comunicado.

O país pede uma reunião urgente de um grupo de trabalho da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre a evolução do vírus nesta sexta-feira para debater a nova variante.

O ministro da Saúde, Joe Phaahla, disse que é cedo demais para dizer se o governo imporia restrições mais rigorosas em reação à variante.

Foto: Reuters
Compartilhe
Comentários

1237 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203