Outras Edições

Em destaque Kanji

Aprenda a expressar fatos passados em japonês

A conjugação de verbos no passado no idioma japonês é mais simples do que a que se vê no português

Crédito: Leandro Nisishima/Alternativa
Não tem um dia que passamos sem expressar algum fato passado. Seja para dizer coisas simples como “almocei às 13 horas”, até narrar fatos de nossa infância, como “quando era pequeno, sempre ia para a casa dos meus avós no fim de ano”. 

O passado é uma das conjugações verbais mais importantes do português e, claro, também do japonês. A parte boa da história é que, diferente do português com as suas inúmeras formas passadas, como pretérito perfeito, imperfeito e mais-que-perfeito, no japonês tudo é mais simples.

Para começo de conversa, no japonês os verbos não conjugam de acordo com o pronome pessoal, nem em relação à  forma singular ou plural e nem de longe possuem a variedade de conjugações passadas dos verbos em português. 

A forma polida acrescenta a terminação -mashita (ou -shimashita) no lugar da forma -masu (ou -shimasu) do presente. O uso de -mashita e -shimashita depende do verbo a ser conjugado. Já no informal existem as conjugações -shita, -ta, -tta, -nda, tudo também de acordo com o verbo. 

Vamos ver alguns exemplos na forma polida.

今日、私は工場に行きました。
Kyou, watashi wa koujou ni ikimashita.
Eu fui na fábrica hoje.

昨日、新しいパソコンを買いました。
Kinou, atarashii pasokon wo kaimashita.
Eu comprei um computador novo ontem.

私は説明が全部わかりました。
Watashi wa setsumei ga zenbu wakarimashita.
Eu entendi toda a explicação.

Compartilhe
Comentários

1237 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203