Outras Edições

Em destaque Japão

Japão pede economia de luz devido ao risco de racionamento no inverno

A margem de reserva para fevereiro do próximo ano será de apenas 3% em algumas áreas

Crédito: Redação - 26/10/2021 - Terça, 14:44h

Tóquio - As perspectivas para o fornecimento e a demanda de eletricidade neste inverno no Japão devem ser as mais difíceis em 10 anos, com uma folga de apenas 3% das reservas de energia para o pico de consumo em sete áreas em todo o país, informou a emissora NHK nesta terça-feira (26).

Por esta razão, o Ministério da Economia, Comércio e Indústria decidiu pedir à população e às empresas que economizem energia o máximo possível, como forma de evitar medidas como racionamento ou cortes programados de luz.

A perspectiva de oferta e demanda considera a capacidade de reserva de eletricidade diante do consumo no momento de pico.

Com a previsão de um inverno rigoroso, a margem de reserva para fevereiro do próximo ano será de 3,1% dentro da jurisdição da Tokyo Electric Power (Tepco) e 3,9% em seis áreas, incluindo Chubu, Kansai e Kyushu.

Em outras áreas, a folga prevista das reservas de energia é de 4,4% em Tohoku, 7% em Hokkaido e 33,8% em Okinawa.

Segundo o Ministério da Economia, Comércio e Indústria, a economia de eletricidade é necessária devido a problemas com usinas de energia e falta de combustíveis, como o gás natural liquefeito.

O governo também pediu às companhias de luz que mantenham e administrem totalmente suas instalações de geração de energia e garantam estoques suficientes de combustíveis e outros produtos.

Foto: iStockphoto
Compartilhe
Comentários

1237 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203