Outras Edições

Em destaque Japão

Princesa japonesa finalmente se casa após anos de polêmica envolvendo a mãe de seu noivo

Pesquisas de opinião pública mostram que os japoneses estão divididos sobre o casamento

Crédito: Reuters - 26/10/2021 - Terça, 12:10h

Tóquio - A princesa japonesa Mako, sobrinha do imperador, casou-se com seu ex-colega de faculdade nesta terça-feira (26) e deixou a família imperial após um noivado de anos cercado de polêmica que causou transtorno de estresse pós-traumático (PTSD).

Mako e o noivo Kei Komuro, ambos de 30 anos, anunciaram seu noivado há quatro anos, um movimento inicialmente elogiado pelos japoneses. Mas as coisas logo azedaram quando as revistas noticiaram um escândalo financeiro envolvendo a mãe de Komuro, levando a imprensa a se voltar contra ele. O casamento foi adiado e ele deixou o Japão para estudar direito em Nova York em 2018.

O casamento nesta terça-feira consistiu em um funcionário da Agência da Casa Imperial, que cuida da vida da família, entregando a papelada a um cartório local pela manhã. Não foram realizados os numerosos rituais e cerimônias usuais em casamentos reais, incluindo uma recepção.

Mako também se recusou a receber um pagamento único de cerca de US$ 1,3 milhão, normalmente feito para mulheres reais que se casam com plebeus e se tornam cidadãs comuns, de acordo com a lei japonesa.


À tarde, o casal dará entrevista coletiva, que também sairá do costume. Enquanto a realeza normalmente responde a perguntas pré-enviadas em tais eventos, Mako e seu novo marido farão uma breve declaração e entregarão respostas por escrito às perguntas.

Komuro, vestido com um terno escuro impecável e gravata, fez uma breve reverência para as equipes de câmera reunidas do lado de fora de sua casa quando ele saiu pela manhã, mas não disse nada. Seu comportamento casual ao retornar ao Japão, incluindo cabelo comprido preso em um rabo de cavalo, deixou a mídia em um frenesi.

Pesquisas de opinião pública mostram que os japoneses estão divididos sobre o casamento e houve pelo menos um protesto.

Analistas dizem que o problema é que a família imperial é tão idealizada que nem o menor sinal de problema com coisas como dinheiro ou política deve afetá-los.

O fato de o pai e o irmão mais novo de Mako, Hisahito, estarem na linha de sucessão após o imperador Naruhito, cuja filha não pode herdar, torna o escândalo particularmente prejudicial, disse Hideya Kawanishi, professor associado de história da Universidade de Nagoia (Aichi).

"Embora seja verdade que ambos serão cidadãos, o irmão mais novo de Mako um dia se tornará imperador, então algumas pessoas pensaram que ninguém com os problemas que ele (Komuro) teve não deveria se casar com ela", acrescentou Kawanishi.

Os dois vão morar em Nova York, embora Mako permaneça sozinha em Tóquio por algum tempo após o casamento para se preparar para a mudança, incluindo a solicitação do primeiro passaporte de sua vida.

Linha do tempo: a longa espera da princesa Mako para se casar
 
2012 - Os dois se conheceram na International Christian University de Tóquio, onde Mako estudou arte e herança cultural e recebeu um certificado nacional em curadoria.

Setembro de 2017 - A Agência da Casa Imperial anuncia o noivado. Posteriormente, os dois deram uma entrevista coletiva durante a qual seus sorrisos cativaram o público, com o casamento marcado para novembro de 2018.

Dezembro de 2017 - as revistas semanais se tornam as primeiras a relatar uma disputa de dinheiro entre a mãe de Komuro e seu ex-noivo, com o homem alegando que mãe e filho não conseguiram pagar uma dívida de cerca de US$ 35.000. Komuro disse mais tarde que o dinheiro tinha sido um presente, não um empréstimo.

Fevereiro de 2018 - O casamento é adiado, com a explicação oficial de que o casal precisa de mais tempo para organizar sua cerimônia e se preparar para a vida conjugal.

Agosto de 2018 - Komuro parte para os Estados Unidos para estudar na faculdade de direito da Fordham University.

Novembro de 2018 - O príncipe Akishino, pai de Mako, diz que será impossível realizar uma cerimônia de noivado e outros eventos até que a disputa financeira seja resolvida e o povo japonês possa celebrar o casamento. Ele também disse em uma entrevista coletiva que "não tenho falado muito com minha filha recentemente, então não sei como ela se sente."

Novembro de 2020 - Mako diz em um comunicado que ela e Komuro acreditam que o casamento é uma "escolha necessária" para eles. Ainda naquele mês, seu pai diz que aprova, mas reitera que a disputa financeira deve ser resolvida.

Abril de 2021 - Komuro emite um comunicado de 24 páginas prometendo "corrigir informações erradas tanto quanto possível" e diz que vai pagar uma indenização ao ex-noivo de sua mãe.

Maio de 2021 - Komuro se forma na faculdade de direito e começa a trabalhar para um escritório de advocacia de Nova York. Ele faz o exame da ordem de advogados em julho, com resultados previstos para dezembro.

Setembro de 2021 - Komuro retorna ao Japão após uma ausência de três anos, com cabelos compridos e um rabo de cavalo que desencadeia um frenesi na mídia, por ser considerado "desrespeitoso". De cabelo curto, ele visita os pais de Mako várias semanas depois, em um terno escuro.

1 de outubro de 2021 - A Agência da Casa Imperial anuncia que os dois se casarão em 26 de outubro. Nenhuma cerimônia será realizada e Mako não aceitará um pagamento único feito para mulheres que se casam fora da Família Imperial, geralmente em torno de US$ 1,3 milhão. Também diz que ela foi diagnosticada com PTSD devido ao estresse da situação e ao excesso de reportagem da mídia.

26 de outubro de 2021 - Mako e Komuro se casam.

Foto: Reuters
Princesa Mako com o noivo Kei Komuro
Compartilhe
Comentários

1237 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203