Outras Edições

Em destaque Coronavírus

Governadores pedem fim de viagens, Chiba fecha praias: começa novo estado de emergência

O Japão segue registrando mais de 10.000 infecções por dia

Crédito: Redação - 02/08/2021 - Segunda, 11:41h
Tóquio – Kanagawa, Saitama, Chiba e Osaka iniciam nesta segunda-feira (2) mais um estado de emergência, juntando-se agora a Tóquio e Okinawa. Mas os governadores das províncias pediram ao governo central que exorte veementemente as pessoas a evitarem viagens nas férias de verão durante a vigência da medida, especialmente durante o feriado de Obon. 

Os governadores realizaram uma reunião online no fim de semana, com a governadora de Tóquio, Yuriko Koike dizendo que o movimento de pessoas precisa ser reduzido e a vacinação deve ser aumentada, publicou a NHK.  

A preocupação do governador de Osaka, Hirofumi Yoshimura, é com relação à propagação da variante Delta do coronavírus, pedindo que o governo central estabeleça um sistema para ajudar os médicos a visitarem as pessoas que precisam ficar isoladas em suas casas. 

"A disseminação da cepa Delta está em uma situação crítica e o número de pessoas que precisarão de cuidados domiciliares aumentará ainda mais. É essencial construir um sistema para lidar com essa situação", disse Yoshimura. 

Para Naomichi Suzuki, governador de Hokkaido, a população ainda não tem uma sensação de crise e pediu que isso mude com a transmissão de uma mensagem forte de que é preciso a cooperação de todos. 

Isso ficou claro na província de Chiba, onde o governo fechou suas 11 praias nesta segunda-feira em razão do estado de emergência. A decisão vigora até 31 de agosto. 

Um dos motivos também é que as praias estavam lotadas no domingo como consequência do aumento da temperatura. Os frequentadores, obviamente, não gostaram da medida. As praias haviam sido reabertas em 22 de julho, segundo a NHK. 

Ainda que as praias estejam fechadas, não há punição para quem for nadar. Mas salva-vidas patrulharão a costa e irão informar aos banhistas sobre o fechamento. 

No encontro online os governadores apresentaram propostas de emergência para o governo central para que todas as partes trabalhem juntas para evitar um surto explosivo de infecções. 

Além do estado de emergência, entra em vigor também o estado de quase emergência, incluindo Hokkaido, Ishikawa, Hyogo, Quioto e Fukuoka. 
O prazo de vencimento do estado de emergência e de quase emergência é 31 de agosto. 

Nas áreas-alvo da declaração, o governo solicitará aos restaurantes que parem de fornecer álcool e, em princípio, mesmo em áreas onde medidas prioritárias (estado quase emergencial) são aplicadas, será solicitada a suspensão do fornecimento de álcool a clientes e serão tomadas medidas completas de controle de infecção.

INFECÇÕES 

Tóquio continua registrando crescimento nos casos de Covid-19. No domingo (1) foram 3.058 casos, uma queda de 1.000 em relação a sábado, publicou o Japan Today.  

A média na capital nos últimos sete dias foi de 3105,0.

O Japão tem mantido os casos acima de 10.000 por dia. No domingo foram 10.177, com várias províncias registrando crescimento nas infecções: Kanagawa (1.258), Saitama (899), Osaka (890), Chiba (767), Fukuoka (434), Okinawa (367), Hyogo (317), Hokkaido (267), Aichi (231), Ibaraki (202), Quioto (166), Gunma (104), Shizuoka (95), Okayama (94), Ishikawa (81), Nara (77), Fukushima (77), Tochigi (63), Hiroshima (57) e Kumamoto (51).


Foto: iStockphoto 
Praia da província de Chiba 

Compartilhe
Comentários

1684 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203