Outras Edições

Em destaque Japão

Saiba como proteger seu animal de estimação do forte calor

Segundo o veterinário Kei Kuwahara, é muito perigoso deixar cães sozinhos em um carro

Crédito: Redação - 21/07/2021 - Quarta, 15:03h

Tóquio - Os animais de estimação podem sentir mais calor que seus donos na rua, em um dia ensolarado de verão, porque ficam mais perto do chão, de acordo com uma matéria publicada pelo jornal Nishinippon.

Segundo Kei Kuwahara, diretor do Hospital Veterinário Kurumi, em Fukuoka, a temperatura na superfície do asfalto pode chegar a 50ºC, o que pode causar queimaduras nas patas.

Ele disse que as caminhadas com os cães devem ser feitas no início da manhã ou no final da tarde, evitando o sol escaldante, e a hidratação regular também é importante.

Além disso, segundo o veterinário, é muito perigoso deixar o animal de estimação sozinho em um carro com o motor desligado, mesmo que seja por alguns minutos. Mesmo com o motor ligado, dependendo do modelo do ar-condicionado, o resfriamento com o veículo parado pode não funcionar bem.

Dentro de casa, Kuwahara aconselha a fechar as cortinas para que o sol não aqueça o ambiente, mantendo o ar-condicionado regulado para uma temperatura de 26ºC a 28ºC, além de deixar vários bebedouros para os animais.

Os cães têm glândulas sudoríparas apenas nas patas e podem ter hipertermia em ambientes muito quentes, respirando rapidamente e superficialmente para baixar a temperatura corporal. Nesse caso, a animal deve ser colocado em um local fresco e ventilado e o dono precisa esborrifar água ou colocar uma toalha molhada no pescoço e na virilha, antes de levá-lo ao veterinário, se for preciso.

Mas é preciso tomar cuidado para não resfriar demais, porque a temperatura do cão pode cair e não voltar ao normal imediatamente, afetando a circulação sanguínea.

Outros sintomas de hipertermia em animais são febre, vômito e até convulsão em casos de estágio avançado.

Filhotes e cães idosos têm mais risco de sofrer com o calor, segundo Kuwahara.

Cuidado também deve ser tomado com cães de pelo comprido, que tendem a reter calor em seus corpos, e animais obesos com baixo metabolismo. "O cão não pode transmitir mudanças físicas em palavras. É muito importante para o dono se preocupar com sua condição física", disse o veterinário.

A Anicom Insurance, de Tóquio, que oferece seguro para animais de estimação, informou que dos 590.384 cães cobertos pelo seguro da empresa, 965 foram diagnosticados com hipertermia em 2018.

"A hipertermia em cães pode ser evitada se o dono preparar um ambiente adequado", disse a Anicom Insurance.

Foto: iStockphoto
Compartilhe
Comentários

958 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203