Outras Edições

Em destaque Esportes

Japão planeja proibir entrada de público estrangeiro para Olimpíada, dizem fontes

Mas o governo deve permitir que o público doméstico entre nos locais dos jogos, de forma limitada

Crédito: Reuters - 03/03/2021 - Quarta, 18:52h

Tóquio - O governo do Japão está planejando proibir que espectadores estrangeiros venham aos Jogos Olímpicos de Tóquio devido ao temor de que eles espalhem novas variantes do coronavírus, informou a emissora Nippon Terebi e outros veículos de comunicação nesta quarta-feira (3), citando fontes a par do assunto.

Mas o governo deve permitir que o público doméstico entre nos locais dos jogos, de forma limitada.

A decisão final será tomada neste mês, após conversas com o Comitê Olímpico Internacional (COI) e os organizadores de Tóquio, disse a TV.

O chefe do COI, Thomas Bach, e Seiko Hashimoto, presidente do comitê organizador dos Jogos de Tóquio, irão participar de uma reunião online na noite desta quarta-feira para discutir assuntos pendentes, mas a decisão sobre o público deve ocorrer no final de março.

As autoridades japonesas têm estudado vários cenários, incluindo a realização de eventos a portas ou com um número limitado de espectadores.

Bach disse em uma coletiva de imprensa no final de fevereiro que a decisão de permitir que espectadores estrangeiros entrem no Japão para os jogos poderia ser tomada em abril ou no início de maio.

Mas Hashimoto disse mais tarde que quer definir a questão por volta de 25 de março, quando o revezamento da tocha olímpica está marcada para começar na província de Fukushima.

Uma pesquisa do jornal Yomiuri mostrou nesta quarta-feira que, se os Jogos acontecerem conforme o programado, 91% das pessoas no Japão querem que os espectadores sejam reduzidos ao mínimo ou não sejam permitidos.

A pesquisa - realizada entre 18 de janeiro e 2 de fevereiro - mostrou que 70% dos entrevistados disseram estar “interessados ​​nas Olimpíadas”, mas 58% disseram que não queriam que os Jogos fossem realizados este ano por causa de temores sobre a Covid-19.

Uma pesquisa da Reuters divulgada no mês passado mostrou que quase dois terços das empresas japonesas também se opõem à realização dos Jogos como planejado, oscilando em relação à pesquisa anterior que mostra a maioria a favor.

Foto: Reuters
Tamayo Marukawa, ministra da Olimpíada que entrou no lugar de Seiko Hashimoto, agora presidente do comitê organizador dos Jogos
Compartilhe
Comentários

1116 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203