Outras Edições

Em destaque Japão

Forte terremoto deixa dezenas de feridos no Japão; 950 mil casas ficam sem luz

Não houve relatos iniciais de grandes danos e nenhum alerta de tsunami foi emitido

Crédito: Reuters - 14/02/2021 - Domingo, 02:52h

Tóquio - Um forte terremoto atingiu a costa leste do Japão às 23h08 de sábado (13), ferindo dezenas de pessoas e provocando cortes generalizados de energia, mas não havia relatos iniciais de grandes danos e nenhum alerta de tsunami foi emitido.

O terremoto teve magnitude de 7,3 e seu epicentro foi na costa da província de Fukushima, a uma profundidade de 60 km, disse a Agência Meteorológica do Japão, acrescentando que a intensidade máxima foi de 6+ graus (6 forte) na escala japonesa, que vai até 7, em Fukushima e Miyagi.

O tremor sacudiu prédios por algum tempo depois de atingir uma grande do país, desde Hokkaido até a região Chugoku. Casas e escritórios na capital Tóquio, a centenas de quilômetros de distância, também balançaram e tremeram.

Mais de 50 pessoas ficaram feridas, de acordo com relatórios da agência de notícias Kyodo, mas esse número pode aumentar conforme as ambulâncias vão atendendo às chamadas de socorro.

Um cinegrafista da Reuters em em Fukushima disse que seu quarto de hotel no 10º andar tremeu por algum tempo. Um homem do hotel foi levado ao hospital depois de cair e bater com a cabeça em uma porta.

Embora ferido, o homem ainda conseguia andar, disse o cinegrafista.

Imagens de televisão também mostraram vidros quebrados nas fachadas das lojas.

Cerca de 950 mil famílias ficaram inicialmente sem energia, disse o porta-voz do governo Katsunobu Kato em uma coletiva transmitida pela emissora NHK. Os apagões estão concentrados no nordeste do Japão, incluindo Fukushima e províncias vizinhas.

Não houve irregularidades nas usinas nucleares de Fukushima Daiichi e Daini, ou na usina Kahiwazaki-Kariwa, disse a proprietária Tokyo Electric Power (Tepco).

A Tepco também disse que não houve mudança nos níveis de radiação ao redor de suas usinas.

Kato disse que não a instalação nuclear de Onagawa (Miyagi) não foi afetada pelo abalo sísmico.

O tremor ocorreu poucas semanas antes do 10º aniversário de um terremoto em 11 de março de 2011 que devastou o nordeste do Japão e desencadeou um enorme tsunami que levou à pior crise nuclear do mundo em um quarto de século - centrada na usina de Fukushima Daiichi.

Terremotos são comuns no Japão, uma das áreas mais sismicamente ativas do mundo. O país é responsável por cerca de 20% dos tremores no mundo de magnitude 6 ou maior.

Foto: Reuters
Danos causados por forte terremoto de 7,3 na província de Fukushima

Tremores secundários de até 6 graus podem ocorrer nos próximos dias no Japão, alerta Agência Meteorológica #alternativaonline #terremoto #jishin #地震 #japao #noticiasdojapao

Publicado por Alternativa Online em Sábado, 13 de fevereiro de 2021
Compartilhe
Comentários

1214 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203