Outras Edições

Em destaque Tecnologia

Tim Cook, da Apple, diz que Parler pode voltar à App Store com moderação de postagens

O Parler encontrou um novo servidor para voltar à internet, mas não funciona plenamente

Crédito: Redação - 19/01/2021 - Terça, 11:07h
Estados Unidos – Logo que mudar sua política de moderação das postagens na plataforma, o aplicativo Parler, popular entre conservadores, poderá retornar à App Store, segundo o chefe da gigante, Tim Cook. 

O aplicativo foi suspenso da loja da Apple seguindo a mesma iniciativa tomada pela Amazon e Google após o ataque de apoiadores de Donald Trump ao Capitólio no dia 6 de janeiro, com a justificativa de que postagens no Parler poderiam incitar mais violência, segundo noticiou a France Presse. 

Cook disse em entrevista à Fox News no domingo (17) o seguinte: “Nós olhamos para o incitamento à violência que estava lá, e não consideramos que a liberdade de expressão e o incitamento à violência tenham uma interseção”.

O Parler processou a Amazon em 11 de janeiro, após a Amazon Web Services ter cortado o acesso da plataforma à internet, alegando que a empresa violou as leis antitruste, ajudando assim seu rival, o Twitter, o qual baniu a conta do presidente Trump. 

Cook justificou que a Apple apenas suspendeu o aplicativo, citando que o Parler pode voltar após moderar as postagens. 

O Parler vinha sendo um dos aplicativos mais baixados na App Store nos Estados Unidos pouco antes da Apple suspender a plataforma. 

Fundado em 2018, o Parler tem semelhanças com o Twitter, atraindo multidões de ultraconservadores e até pessoas de extrema direita. 

Na App Store da Apple existem cerca de dois milhões de aplicativos, segundo Cook. "Temos regras e regulamentos e apenas pedimos que as pessoas os cumpram", finalizou. 

DE VOLTA 

Ainda que esteja fora do ar na App Store e outras lojas da internet, o Parler voltou à internet no domingo (17), mas usando outro servidor, segundo noticiou o Olhar Digital. 

Segundo a CNN, o aplicativo agora está hospedado no Epik, muito procurado por usuários da extrema direita. 

O responsável pelo Parler, John Matze, publicou mensagem na qual diz que “a privacidade é soberana e o discurso livre é essencial, especialmente em uma rede social”.

Matze acrescentou que deve resolver todos os desafios e planeja dar boas-vindas a todos em breve. 

Segundo o Olhar Digital, o site está reativado, mas ainda não voltou a funcionar plenamente. 


Foto: iStockphoto 


Compartilhe
Comentários

1163 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203