Outras Edições

Em destaque Coronavírus

Japão expande estado de emergência; casos de coronavírus passam de 300.000 no país

Restrições agora valem para 11 províncias, incluindo Aichi, Gifu e Osaka

Crédito: Reuters - 13/01/2021 - Quarta, 19:15h

Tóquio - O primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, expandiu o estado de emergência para um total de 11 províncias em anúncio feito nesta quarta-feira (13), no mesmo dia em que os casos de coronavírus no país passaram de 300.000.

O estado de emergência está vigorando desde a semana passada em Tóquio, Kanagawa, Saitama e Chiba, e agora será ampliado a partir de quinta-feira (14) para Aichi, Gifu, Osaka, Hyogo, Quioto, Tochigi e Fukuoka em meio ao aumento de casos de coronavírus e ao risco de colapso no sistema médico nesses locais.

O estado de emergência nas 11 províncias vai vigorar até 7 de fevereiro, focando na redução do horário de funcionamento de bares, restaurantes e estabelecimentos noturnos, com pedido para fechar às 20h e parar de servir bebidas alcoólicas às 19h.

O pedido para fechar às 20h também inclui pachinkos (casas de jogos), cinemas, teatros, casas de shows, karaokes, lojas de departamento e museus.

O estado de emergência limita para 5.000 o público em jogos esportivos e outros grandes eventos e incentiva as empresas a colocar mais funcionários para trabalhar em casa.

Suga tem sido cauteloso em tomar medidas que prejudiquem a atividade econômica, enquanto enfrenta os crescentes desafios de sediar os Jogos Olímpicos de Tóquio neste ano.

Os casos de coronavírus no Japão desde o início da pandemia passaram de 300.000 nesta quarta-feira, com 4.187 mortes, disse a emissora NHK. Somente nas últimas três semanas, foram relatadas 100.000 novas infecções.

Tóquio registrou 1.433 novos casos nesta quarta-feira, depois de um recorde de 2.447 infecções em 7 de janeiro.

Takeshi Niinami, CEO da gigante de bebidas Suntory Holdings e conselheiro econômico de Suga, disse à Reuters que não tinha certeza se as Olimpíadas poderiam ser realizadas conforme planejado e que uma decisão provavelmente será tomada no final de março.

“A menos que controlemos as infecções nas grandes cidades, não podemos impedir a propagação nacional”, disse o ministro da Saúde, Norihisa Tamura, em uma reunião com um painel consultivo, que aprovou o plano nesta quarta-feira.

O atual estado de emergência, cobrindo 55% da população do Japão de 126 milhões de habitantes, é mais limitado do que o primeiro em abril e maio do ano passado. Ele se concentra no combate à transmissão em bares e restaurantes, ao mesmo tempo em que incentiva as pessoas a ficarem em casa o máximo possível.

O governo também vai proibir a partir de quinta-feira a entrada de estrangeiros em viagens de negócios provenientes de 11 países e regiões, incluindo China e Coreia do Sul, durante o período de vigência do estado de emergência.

O analista político Atsuo Ito disse que viu dois problemas principais na resposta de Suga à pandemia: as medidas foram graduais e lentas e o primeiro-ministro é um comunicador fraco.

Em sua função anterior como secretário-chefe de gabinete e principal porta-voz do governo, Suga havia realizado coletivas de imprensa duas vezes ao dia.

“Ele quase não tem habilidade para se expressar. Mesmo em conferências de imprensa, ele olha para baixo e lê notas. Isso não atrai a confiança dos cidadãos... O resultado é que seus índices de aprovação estão caindo”, disse Ito.

O índice de desaprovação ao governo Suga ficou acima da taxa de apoio pela primeira vez em uma pesquisa da NHK desde que ele assumiu o cargo em setembro, com 41% e 40%, respectivamente.

A pesquisa também mostrou que 88% acham que 7 de fevereiro é muito cedo para suspender o estado de emergência - uma visão compartilhada por muitos especialistas.

“É muito improvável que vejamos os casos diminuindo depois de apenas um mês”, disse Yoshihito Niki, especialista em doenças infecciosas e professor do Hospital Universitário Showa.

Foto: Reuters
Compartilhe
Comentários

770 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203