Outras Edições

Em destaque Japão

Pesquisadores da Universidade de Osaka criam plástico que pode se decompor nos oceanos

Nos oceanos existem pelo menos 8 toneladas de plásticos prejudicando o ambiente e a vida marinha

Crédito: Redação - 22/11/2020 - Domingo, 13:58h
Tóquio - Uma equipe de cientistas da Universidade de Osaka está trabalhando na criação de um plástico usando amido, ingrediente alimentar comum, para resolver o problema de garrafas, sacolas e canudos deste material que chegam aos oceanos, prejudicando o meio ambiente e os organismos presentes nos mares.

Um grupo liderado pelo professor de química de materiais poliméricos, Hiroshi Uyama, da Escola de Graduação em Engenharia da Universidade de Osaka, fez parceria com cerca de 30 empresas privadas na tentativa de encontrar uma solução que pudesse fazer com que os plásticos retornassem com segurança à natureza, publicou o jornal The Asahi. 

De acordo com organizações, incluindo o Ministério do Meio Ambiente do Japão, a cada ano o mundo produz cerca de 400 milhões de toneladas métricas de plástico, sendo que 8 milhões de toneladas vão para os oceanos. 

A maioria desses itens é composta por plásticos que não se decompõem e permanecem como estão no ambiente. 

Mas o problema é que eles representam um sério perigo à vida marinha, inclusive transformando o fundo do mar. Além disso, grandes quantidades de lixo plástico também foram encontradas no sistema digestivo de baleias, aves marinhas e outras criaturas pescadas nos oceanos.

O professor Uyama e outros anunciaram em março de 2020 que desenvolveram um material mais forte do que o plástico existente, que poderia se decompor no mar. 

De acordo com Uyama, já existiram outros plásticos capazes de se decompor, mas eles têm um custo alto que impede sua produção em massa, e muitos desses produtos só se decompõem na terra.

O ponto principal do plástico que estão desenvolvendo é que o amido foi misturado à celulose da fibra vegetal. Em terra firme, mantém boa decomposição e é facilmente processado, o que pode levar a uma queda nos custos do material.

Mas por que ajudará caso vá parar no fundo do mar? O amido é feito de alfa-glicose unida em um grande número para formar o carboidrato, composto apreciado por muitos microrganismos nos oceanos. Como resultado, a superfície do plástico feito de amido é invadida por microorganismos, que criam um biofilme semelhante a uma folha. 

Os organismos liberam uma enzima chamada amilase, que descompacta as moléculas de açúcar e quebra o amido para extraí-lo como nutrientes. Além disso, os microrganismos também liberam enzimas que quebram proteínas e gorduras, o que significa que podem dissolver componentes plásticos que não o amido.

A pesquisa rapidamente fez ondas na indústria de manufatura. A partir de setembro, a equipe passou a recrutar empresas privadas para participar de uma colaboração acadêmico-industrial para desenvolver o conceito. 

Entre as empresas que ofereceram seus serviços estão fabricantes de processamento de materiais, empresas relacionadas à química, fabricantes de alimentos, varejistas e outros. Em 9 de novembro, 25 firmas comerciais e órgãos de pesquisa haviam aderido ao projeto.

A equipe diz que está considerando testar a mistura em embalagens de alimentos e outros produtos, e que já foi produzida com sucesso em sacos. Eles estarão estudando usos mais concretos para o produto e pretendem exibi-lo na Exposição Mundial de 2025 em Osaka.

No momento, a pesquisa está em fase de testes para confirmar se outras substâncias além da celulose podem ser degradadas quando combinadas com o amido. 

O professor Uyama disse: "Recebemos muito mais empresas do que imaginávamos. Não seremos capazes de resolver todos os problemas mundiais de plásticos marinhos com essas substâncias, mas usando ingredientes familiares como o amido, podemos gerar custos mais baixo, aumentar o interesse e avançar aos poucos em direção à mudança do ambiente."


Foto: iStockphoto 




Compartilhe
Comentários

848 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203