Outras Edições

Em destaque Mundo

Geórgia joga água fria na intenção de Trump de anular vitória de Biden nos EUA

Já há republicanos pedindo para o presidente dos Estados Unidos reconhecer a derrota e facilitar a transição

Crédito: Reuters - 21/11/2020 - Sábado, 12:46h
Washington - A tentativa desesperada do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de anular o resultado da eleição de 3 de novembro sofreu outro revés na sexta-feira (20) após o anúncio de sua derrota na Geórgia, enquanto o vencedor, o presidente eleito Joe Biden, indicou mais cargos para seu futuro governo.

Biden, um democrata, está se preparando para assumir o posto em 20 de janeiro, mas Trump, um republicano, tem se recusado a admitir a derrota e busca uma maneira de invalidar ou reverter os resultados por meio de ações judiciais e recontagens em vários Estados, alegando fraude eleitoral generalizada.

Esse esforço tem tido pouco sucesso e a campanha eleitoral de Trump sofreu uma série de derrotas jurídicas e políticas.

A equipe do presidente recebeu más notícias na sexta-feira, quando o secretário de Estado da Geórgia, Brad Raffensperger, anunciou que uma recontagem manual e auditoria de todas as cédulas lançadas no Estado determinaram a vitória de Biden.

Biden é o primeiro democrata a vencer na Geórgia desde 1992.

"Os números refletem o veredicto do povo, não uma decisão do gabinete do secretário de Estado ou tribunais, ou de qualquer uma das campanhas", disse Raffensperger, um republicano e apoiador de Trump, a repórteres.

Trump expressou consternação, e disse no Twitter que as autoridades da Geórgia se recusaram a "nos deixar ver assinaturas que exporiam centenas de milhares de cédulas ilegais" e que dariam a ele e a seu partido "uma GRANDE VITÓRIA".

O presidente não forneceu evidências para sustentar sua afirmação.

REPUBLICANOS JOGAM A TOALHA

A pressão para que o presidente norte-americano, Donald Trump, inicie o processo de transição para o presidente eleito, Joe Biden, cresceu entre os republicanos no Congresso dos Estados Unidos na sexta-feira, com manifestações de dúvidas sobre as alegações de Trump de fraudes nas eleições.

O senador Lamar Alexander, que se aposentará no final do ano, disse que Biden tem uma "chance muito boa" de se tornar o próximo presidente e instou o governo Trump a iniciar o processo de transição. 

O perdedor desta eleição deve "colocar o país em primeiro lugar, parabenizar o vencedor e ajudá-lo em um bom início de novo mandato", escreveu em nota o senador do Tennessee.

O deputado de Michigan Fred Upton disse repórteres n sexta-feira: "Não vi nenhuma evidência de fraude que anularia 150.000 e alguns votos" que dão vantagem a Biden sobre Trump no Estado.

"Ninguém mostrou qualquer evidência" de fraude em Michigan, disse Upton.

O senador conservador do Alasca Dan Sullivan declarou a repórteres que Trump tem que provar suas afirmações que a eleição foi roubada pelos democratas. "E eles têm que provar isso no tribunal", disse Sullivan.

Mitt Romney, senador de Utah que tem sido um crítico de Trump, escreveu no Twitter na noite de quinta-feira que o presidente fracassou em apresentar um "caso plausível" de fraude eleitoral generalizada e agora está tentando pressionar autoridades estaduais e locais a anular a eleição.

"É difícil imaginar uma ação pior e mais antidemocrática", afirmou.

Até então, a maioria dos republicanos no Congresso vinha dizendo que Trump deveria ter liberdade para buscar ações judiciais por irregularidades na eleição.

Agora, há um efeito cascata em andamento no partido, de acordo com um estrategista republicano que assessora campanhas há vários anos.

Trump tem se recusado a admitir a derrota na votação desde que o presidente eleito Joe Biden conquistou mais que os 270 votos no Colégio Eleitoral necessários para ganhar a eleição presidencial de 3 de novembro.


Foto: Reuters
Presidente Donald Trump 

Compartilhe
Comentários

845 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203