Outras Edições

Em destaque Coronavírus

Tóquio planeja multa de ¥50 mil para quem se recusar a fazer exame de coronavírus

Muitas pessoas não querem fazer o teste porque poderia afetar o trabalho

Crédito: Masamichi Maeda/Alternativa - 20/11/2020 - Sexta, 14:45h

Tóquio - O governo metropolitano de Tóquio está planejando multar pessoas que se recusarem a fazer exame de coronavírus por indicação de um médico ou de um centro de saúde, informou a emissora Fuji TV nesta sexta-feira (20).

A ideia é do Partido dos Cidadãos de Tóquio em Primeiro Lugar (Tomin First no Kai / 都民ファーストの会), fundado pela atual governadora da capital japonesa, Yuriko Koike.

O partido deve enviar um projeto de lei para a Assembleia Legislativa em dezembro, estipulando uma multa de ¥50 mil para quem se recusar a fazer o exame.

Os centros de saúde normalmente encaminham para exame de coronavírus pessoas com sintomas como febre, que tiveram contato com infectados ou estiveram em locais onde ocorreram transmissões, mas elas não são obrigadas a fazer o teste e muitas se recusam para não afetar o trabalho ou a vida pessoal.

Tóquio registrou 522 novos casos de coronavírus nesta sexta-feira, depois de ter relatado um recorde diário de 534 no dia anterior, e a governadora da capital disse que o número de infecções tende a aumentar porque o governo está examinando mais pessoas.

Foto: Reuters
Compartilhe
Comentários

845 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203