Outras Edições

Em destaque Japão

Japão planeja acabar com auxílio infantil para famílias de alta renda

O governo deve finalizar os detalhes do projeto em dezembro

Crédito: Masamichi Maeda/Alternativa - 09/11/2020 - Segunda, 14:58h

Tóquio - O governo japonês pretende acabar com o auxílio infantil (jido teate / 児童手当) para famílias de alta renda, alegando que os recursos poderiam ser utilizados para criar mais vagas em creches, informou o jornal Sankei.

O auxílio infantil beneficia famílias de baixa renda com ajuda mensal de ¥10 mil a ¥15 mil por filho desde o nascimento até o fim do ensino ginasial (chuugakkou).

Famílias com renda superior ao valor estipulado podem receber auxílio mensal de ¥5 mil por filho, mas o governo está planejando extinguir essa ajuda de ¥5 mil e manter as de ¥10 mil e ¥15 mil neste ano fiscal, que termina em março de 2021, obtendo uma economia de ¥90 bilhões.

Pelas atuais regras, têm direito ao auxílio infantil de ¥10 mil a ¥15 mil famílias com renda inferior a ¥6,22 milhões (sem dependentes), ¥6,60 milhões (no caso de 1 dependente), ¥6,98 milhões (2 dependentes), ¥7,36 milhões (3 dependentes), ¥6,74 milhões (4 dependentes) e ¥8,12 milhões (5 ou mais dependentes).

No caso de famílias com pai e mãe que trabalham fora, o benefício é concedido se um deles receber menos que o limite estipulado, mas o governo também está querendo mudar essa regra, passando a considerar a renda somada dos dois juntos.

O governo pretende finalizar os detalhes do projeto em dezembro, segundo o jornal Sankei.

Foto: iStockphoto
Compartilhe
Comentários

845 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203