Outras Edições

Em destaque Economia

FMI aprova plano de Suga de manter programa "Abenomics"

Medida inclui estímulo fiscal e monetário para sustentar o crescimento

Crédito: Reuters - 22/10/2020 - Quinta, 10:57h

Tóquio - O Fundo Monetário Internacional (FMI) aprovou na quarta-feira os planos do novo primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, de manter o impulso dos programas de estímulo "Abenomics" de seu antecessor, ao mesmo tempo em que promove reformas para revitalizar a economia.

Odd Per Brekk, vice-diretor do departamento da Ásia e Pacífico do FMI, também pediu ao Banco do Japão (BOJ) que considerasse a revisão de sua meta de inflação de 2% para torná-la mais flexível - repetindo uma recomendação feita no início deste ano.

“Essa revisão daria ao BOJ a oportunidade de reconfirmar seu compromisso com a meta e de aumentar a flexibilidade das políticas conforme necessário”, disse ele à Reuters em entrevista por escrito.

Ao suceder Shinzo Abe como primeiro-ministro no mês passado, Suga prometeu manter as duas primeiras "setas" da Abenomics - enormes medidas de estímulo fiscal e monetário para sustentar o crescimento.

Ele também prometeu buscar uma versão remodelada das reformas estruturais, como medidas para aumentar a produtividade das empresas menores, promover a digitalização e consolidar os bancos regionais.

“Dar um impulso renovado à ‘terceira seta’ da reforma estrutural ajudaria na recuperação e em colocar a economia em um caminho de crescimento de longo prazo”, disse Brekk.

“Nesse sentido, as reformas para promover a economia digital, reviver as economias regionais e lidar com questões bancárias regionais devem receber alta prioridade”, disse ele.

As reformas do mercado de trabalho, como a abertura de mais oportunidades de carreira para as mulheres e o incentivo a mais teletrabalho, também devem permanecer uma prioridade, disse Brekk.

A economia do Japão sofreu sua maior queda pós-guerra no segundo trimestre, quando a pandemia do coronavírus atingiu a demanda doméstica e global, e analistas esperam que qualquer recuperação seja modesta, já que a incerteza sobre as perspectivas pesa sobre o consumo e os gastos de capital.

A economia já estava em recessão antes da crise do coronavírus devido ao golpe do aumento do imposto sobre consumo de 8% para 10% no ano passado. Os bancos regionais estão sofrendo com a lenta demanda de crédito, o rápido envelhecimento da população e as margens estreitas de taxas de juros ultrabaixas.

ÁSIA
O FMI reduziu a previsão econômica deste ano para a Ásia, refletindo uma contração mais acentuada do que a esperada em países como a Índia, um sinal de que a pandemia de coronavírus continua causando um grande impacto na região.

Embora o FMI tenha melhorado a previsão de crescimento para o próximo ano, ele alertou que a recuperação será lenta e desigual, com países dependentes do turismo sofrendo um duro golpe.

“O medo da infecção e as medidas de distanciamento social estão diminuindo a confiança do consumidor e manterão a atividade econômica abaixo da capacidade até que uma vacina seja desenvolvida”, disse o FMI em um relatório sobre a região da Ásia-Pacífico divulgado na quarta-feira.

“Embora a recuperação da China possa impulsionar o comércio regional, o fraco crescimento global, o fechamento das fronteiras e as crescentes tensões em torno do comércio, tecnologia e segurança pioraram as perspectivas de uma recuperação liderada pelo comércio na região.”

O FMI disse esperar que a economia da Ásia recue 2,2% este ano. Esse declínio ficou 0,6 ponto percentual acima da previsão de junho, devido a quedas acentuadas em países como Índia, Filipinas e Malásia.

A economia da Índia deve encolher 10,3% este ano, em contraste com a China, que deve crescer 1,9%, disse o FMI.

A economia da Ásia deve crescer 6,9% em 2021 graças ao impulso de recuperações mais fortes esperadas na China, nos Estados Unidos e na zona do euro, disse o relatório.

Foto: Reuters
Primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga
Compartilhe
Comentários

848 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203