Outras Edições

Em destaque Japão

Primeiro-ministro Suga envia oferenda ao santuário Yasukuni

Local é visto pela Coreia e China como um símbolo de agressão militar

Crédito: Reuters - 17/10/2020 - Sábado, 18:01h

Tóquio – O primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, enviou neste sábado (17), uma oferenda ao polêmico santuário Yasukuni pelos mortos na guerra para coincidir com o festival de outono, informou emissora pública NHK.

 

É a primeira vez que Suga envia a oferenda ao santuário, desde que que assumiu o cargo no mês passado. Seu antecessor, Shinzo Abe, também enviava as oferendas regularmente por meio de um assessor, no aniversário da rendição do Japão na Segunda Guerra Mundial e nos festivais de primavera e outono do santuário, evitando visitas pessoais que poderiam irritar a China e a Coreia do Sul.

 

O santuário, em Tóquio, é visto por Pequim e Seul como um símbolo da agressão militar anterior do Japão, pois homenageia 14 líderes japoneses condenados como criminosos de guerra por um tribunal aliado.

 

A visita de Abe ao Yasukuni em 2013 gerou indignação na Coreia do Sul e na China e uma expressão de “decepção” dos Estados Unidos.

 

Suga fez uma visita ao local em agosto de 2011, de acordo com uma postagem em seu blog oficial, bem antes de se tornar o secretário-chefe de gabinete do governo Abe em dezembro de 2012.

 

O governo sul-coreano “lamenta profundamente que o governo do Japão e os líderes do Congresso tenham novamente dedicado uma oferenda ao santuário Yasukuni, que glorifica as invasões anteriores do Japão”, disse o Ministério das Relações Exteriores num comunicado divulgado neste sábado.

 

Os laços entre Tóquio e Seul permaneceram tensos devido às memórias amargas da colonização da península coreana pelo Japão de 1910 a 1945, incluindo uma disputa sobre compensação para coreanos forçados a trabalhar nas instalações japonesas durante o tempo de guerra. Tóquio diz que a questão foi resolvida por um tratado de 1965 que normalizou as relações bilaterais.

 

Abe visitou Yasukuni no dia 19 de setembro, dias após renunciar ao cargo de líder do Japão.

 

Foto: Reuters

O primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, enviou uma oferenda ao santuário Yasukuni para marcar o festival de outono

 

Compartilhe
Comentários

1105 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203