Outras Edições

Em destaque Japão

Suga é formalmente eleito premiê do Japão pelo Parlamento

O novo líder se comprometeu a seguir muitos dos programas do antecessor Shinzo Abe

Crédito: Reuters - 16/09/2020 - Quarta, 14:52h

Tóquio - Yoshihide Suga foi eleito premiê do Japão pelo Parlamento nesta quarta-feira (16), tornando-se o primeiro novo líder do país em quase oito anos, enquanto prepara um "gabinete de continuidade" que deve manter cerca de metade da formação do antecessor Shinzo Abe, de quem foi braço direito por muito tempo.

Suga, 71 anos, se comprometeu a seguir muitos dos programas de Abe, incluindo sua estratégia econômica "Abenomics", e avançar com reformas estruturais, incluindo desregulamentação e simplificação da burocracia.

Abe, o primeiro-ministro do Japão há mais tempo no governo, renunciou devido a problemas de saúde após quase oito anos no cargo. Suga serviu sob seu comando no posto central de secretário-chefe do gabinete.

Suga obteve 314 votos entre o total de 462 membros da Câmara Baixa do Parlamento e 145 votos na Câmara Alta, que tem 245 assentos.

Suga, que venceu a corrida pela liderança do Partido Liberal Democrata (PLD) na segunda-feira, enfrenta uma infinidade de desafios, incluindo a Covid-19, enquanto revive uma economia abalada e lida com uma sociedade que envelhece rapidamente.

Com pouca experiência diplomática direta, Suga também deve lidar com uma intensificação do confronto EUA-China, construir laços com o vencedor das eleições presidenciais de 3 de novembro nos EUA e tentar manter as próprias relações do Japão com Pequim nos trilhos.

A mídia japonesa disse que cerca de metade do novo gabinete seria formada por pessoas da época de Abe. Haverá apenas duas mulheres e a idade média, incluindo Suga, é de 60 anos.

Entre os que devem manter seus cargos estão membros importantes, como o ministro das Finanças, Taro Aso, e o ministro das Relações Exteriores, Toshimitsu Motegi, junto com a ministra das Olimpíadas, Seiko Hashimoto, e o ministro do Meio Ambiente, Shinjiro Koizumi, o mais jovem da equipe com 39 anos.

“É um gabinete de ‘Continuidade com C maiúsculo’”, disse Jesper Koll, consultor sênior do gestor de ativos WisdomTree Investments.

O irmão mais novo de Abe, Nobuo Kishi, provavelmente será escolhido para a pasta de Defesa, enquanto o então ministro da Defesa, Taro Kono, assumirá o comando da Reforma Administrativa, cargo que já ocupou antes.

Yasutoshi Nishimura, o porta-voz de Abe na resposta da Covid-19, permanecerá como ministro da Economia, enquanto o ministro do Comércio e Indústria, Hiroshi Kajiyama, filho de um político a quem Suga olhou como seu mentor, também manterá seu posto, informou a mídia.

REFORMA ESTRUTURAL
Espera-se que Katsunobu Kato, ministro da Saúde e um aliado próximo de Suga, se torne o secretário-chefe do gabinete.

“Suga dará continuidade às políticas econômicas de Abe e não haverá impacto de curto prazo nos mercados”, disse Kensuke Niihara, diretor de investimentos da State Street Global Advisors Japan.

“No longo prazo, como o interesse dos investidores estrangeiros nas ações japonesas tem sido baixo, se ele prosseguir com reformas estruturais e desregulamentações, esse é um tema que os investidores gostam e seria uma surpresa positiva”, acrescentou Niihara.

Suga criticou as três principais operadoras de telefonia móvel do Japão, NTT Docomo, KDDI e SoftBank, dizendo que elas deveriam reduzir as tarifas de celular para enfrentar mais concorrência.

Ele também disse que o Japão pode eventualmente precisar aumentar seu imposto sobre consumo, atualmente em 10%, para pagar a previdência social, mas isso só ocorreria na próxima década.

Pistas sobre como Suga vai levar adiante as reformas podem vir da formação de painéis consultivos do governo, como o Conselho de Política Econômica e Fiscal, disse Koll.

“A ambição de Suga de acelerar e revigorar o processo (de reforma) é absolutamente clara, mas a próxima camada de pessoal será interessante”, disse ele.

Há especulações de que Suga pode convocar uma eleição antecipada para a Câmara Baixa do Parlamento para aproveitar qualquer aumento no apoio público, embora ele tenha dito que lidar com a pandemia e reativar a economia são suas principais prioridades.

Foto: Reuters
Yoshihide Suga, o novo premiê do Japão
Compartilhe
Comentários

1097 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203