Outras Edições

Em destaque Japão

Abe promete alívio rápido para áreas afetadas pelas chuvas torrenciais no Japão

Kumamoto foi uma das províncias mais atingidas pelas chuvas

Crédito: Redação - 04/08/2020 - Terça, 17:54h
Tóquio - O primeiro-ministro Shinzo Abe prometeu um esforço total para implementar um pacote de gastos em áreas afetadas pelas recentes chuvas torrenciais, como é o caso de Kyushu.

Abe falou em uma reunião de executivos do principal partido Liberal Democrata na terça-feira, publicou a NHK. 

Ele disse que os moradores das áreas afetadas começarão a se mudar para moradias temporárias nesta semana e que 100 bilhões de ienes, ou cerca de 940 milhões de dólares, do pacote de gastos elaborado na semana passada estão sendo rapidamente utilizados.

O secretário-geral do PDL, Nikai Toshihiro, disse que o partido pretende trabalhar duro para implementar o pacote, para que as pessoas afetadas possam retornar às suas vidas anteriores o mais rápido possível.

Um problema que tem afetado a recuperação de Kumamoto, por exemplo, é a falta de voluntários, com receio da disseminação do coronavírus. 

As chuvas em Kyushu mataram 76 pessoas, 65 delas em Kumamoto, e deixaram 3 outras desaparecidas, publicou o Mainichi. 

Em Kumamoto 1.408 pessoas estão em abrigos, as quais ainda se esforçam para remover os detritos de suas casas. 

Nesta terça-feira, cerca de 60 pessoas oraram pelas vítimas na vila Kuma, onde 25 pessoas morreram após a inundação do rio Kuma. 

"Vamos promover a reconstrução com a ajuda de muitas pessoas", disse o prefeito de Kuma, Koichi Matsutani, às autoridades.

Membros das famílias enlutadas e outros ofereceram flores para 14 moradores do asilo de Senjuen, que foram mortos após a inundação.

As áreas ao longo do rio foram particularmente atingidas pela forte chuva, que fez com que os diques arrebentassem e a enxurrada varresse pontes e casas.

Em Hitoyoshi, também na província de Kumamoto, onde 20 pessoas morreram, o prefeito Hayato Matsuoka disse em uma reunião: "Dedicaremos toda a nossa força e coração para remover as dificuldades enfrentadas pelos sobreviventes e estabilizar seus meios de subsistência".

Ao longo tempestade que atingiu uma vasta área do país, 82 pessoas morreram e mais de 17.000 casas em 34 das 47 províncias do Japão foram danificadas, de acordo com um registro da Agência de Gerenciamento de Incêndios e Desastres.

Entre eles, 272 prédios foram destruídos totalmente e 579 parcialmente, informou a agência.


Foto: Reuters
Cidade de Hitoyoshi, em Kumamoto 

Compartilhe
Comentários

661 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203