Outras Edições

Em destaque Japão

Tóquio: cantor Makihara é condenado por posse de droga, mas sentença é suspensa

É a segunda vez em que o artista é condenado e tem a pena suspensa por três anos

Crédito: Redação - 03/08/2020 - Segunda, 16:04h
Tóquio - O cantor e compositor japonês Noriyuki Makihara foi condenado nesta segunda-feira (3) a dois anos de prisão, tendo a sentença suspensa por três anos, por posse de drogas ilegais.

Ao proferir a decisão, o Tribunal Distrital de Tóquio disse que a posse era um "crime maligno, refletindo sua hesitação em relação às drogas ilegais".

Ainda assim, o juiz Masashi Sakata deu a Makihara a suspensão, dizendo que o réu "mostrou remorso e prometeu ficar longe (das drogas)".

Talvez mais conhecido pelo sucesso "Donna Toki mo" (A Qualquer Momento), de 1990, Makihara, apareceu no tribunal usando um terno escuro. 

Ele agradeceu ao juiz antes de se afastar rapidamente do tribunal.

De acordo com a decisão, Makihara tinha 3,5 mililitros de nitrito de isobutila, um líquido inalante conhecido como "Rush", em fevereiro, em sua casa em Shibuya, Tóquio.

A decisão também cita que 0,083 grama de uma droga estimulante ilegal e 64,2 mililitros de Rush foram encontrados na casa do artista de 51 anos, no distrito Minato, na capital.

Os promotores pediram uma pena de prisão de dois anos para Makihara, dizendo que ele usa Rush há cerca de 30 anos e outra droga estimulante ilegal desde pelo menos 1999, mesmo depois de ter sido considerado culpado pelo uso de drogas no mesmo ano.

Sua equipe de defesa pediu a suspensão da sentença, dizendo que ele estava de posse das drogas apenas porque ainda não as havia descartado.

Em seu julgamento no mês passado, o músico, que foi preso em 13 de fevereiro, se declarou culpado, mas insistiu que não usava as drogas há vários anos e cortou seus laços com seu ex-traficante.

Fãs acompanharam o julgamento de Makihara, que ganhou fama por compor "Sekai ni Hitotsudake no Hana" (A única flor do mundo") para o antigo grupo SMAP.

"Sou um grande fã das músicas dele desde que estava no ensino médio", disse uma mulher de 46 anos, uma das observadoras do julgamento. 

"Ele pediu desculpas por deixar os fãs tristes durante o processo no tribunal. Acho que vou confiar nele novamente."

Makihara foi libertado sob fiança de 5 milhões de ienes (US $ 47.200) em 6 de março, dois dias depois de ser indiciado.

Ele foi preso pela primeira vez em 1999 por possuir estimulantes ilegais e mais tarde recebeu uma pena de prisão de 18 meses, que também foi suspensa por três anos.


Foto: Reprodução/ANN News
Noriyuki Makihara


Compartilhe
Comentários

629 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203