Outras Edições

Em destaque Economia

Oferta de empregos no Japão cai pelo 6º mês, mas produção das fábricas mostra recuperação

O mercado de trabalho no país permaneceu em um "estado severo"

Crédito: Reuters - 31/07/2020 - Sexta, 14:12h

Tóquio - A produção industrial do Japão encerrou quatro meses seguidos de queda em junho, apontando para uma recuperação modesta na atividade comercial e de consumidores na terceira maior economia do mundo, após um forte golpe na demanda devido à pandemia de coronavírus.

Dados separados mostraram que a taxa de desemprego em junho caiu em relação ao mês anterior, embora o número de empregos disponíveis por candidato tenha diminuído para uma baixa de mais de cinco anos.

Dados oficiais divulgados nesta sexta-feira (31) mostraram que a produção das fábricas aumentou 2,7% em junho em relação ao mês anterior, quando atingiu seu nível mais baixo desde março de 2009, durante a crise financeira global.

O aumento foi devido, em grande parte, a um salto na produção de veículos e superou a previsão média do mercado para uma alta de 1,2% em uma pesquisa da Reuters com economistas. A atividade econômica do Japão foi gradualmente retomada nos últimos meses, depois que o governo suspendeu o estado de emergência no final de maio.

"Isso é um alívio", disse Ayako Sera, estrategista de mercado do Sumitomo Mitsui Trust Bank.

Mas ela acrescentou que a recuperação foi extremamente pequena em comparação com as quedas acentuadas em abril e maio, quando as atividades foram duramente atingidas por medidas de isolamento.

“A atividade de produção tende a se alinhar com os ganhos corporativos. O mercado de ações está bastante saudável, mas há dúvidas sobre se o desempenho corporativo será capaz de acompanhar as expectativas do mercado”, afirmou Sera.

Apesar da alta de junho, a produção caiu 16,7% no segundo trimestre, a maior queda desde que dados comparativos ​​foram disponibilizados em 2015, disse uma autoridade do Ministério da Economia, Comércio e Indústria (METI).

O governo elevou sua avaliação da produção industrial, dizendo que o setor havia parado de cair e agora estava se recuperando. Os fabricantes consultados pelo Ministério do Comércio esperam que a produção salte 11,3% em julho e 3,4% em agosto, mostraram os dados.

Em outras partes da Ásia, os indicadores de atividade fabril para julho na China e junho na Coreia do Sul foram melhores do que o esperado, alimentando esperanças de que o pior impacto da crise de saúde tenha passado.

MERCADO DE TRABALHO "SEVERO"
A taxa de desemprego ajustada sazonalmente do Japão caiu para 2,8% em junho, segundo dados do governo, em relação aos 2,9% no mês anterior. Economistas em uma pesquisa da Reuters previam uma taxa mais alta de desemprego de 3,1%.

O mercado de trabalho permaneceu em um "estado severo" e justificou um monitoramento rigoroso, disse uma autoridade do governo, já que o declínio na taxa de desemprego deve-se principalmente a uma queda no número de novos candidatos.

Os dados mostraram que o número de trabalhadores em junho caiu 770 mil em relação ao ano anterior, disse o funcionário, enquanto o número de desempregados cresceu 330 mil em relação ao ano anterior, pelo quinto mês consecutivo de aumento.

A proporção de empregos/candidatos caiu para 1,11 em junho, de 1,20 em maio, marcando a menor leitura desde outubro de 2014 e o sexto mês seguido de recuo, mostraram dados do Ministério do Trabalho. Isso significa que menos de seis empregos estavam disponíveis por cinco candidatos.

Os analistas esperam que a economia do Japão tenha contraído mais de 20% anualmente no segundo trimestre, uma vez que as medidas de bloqueio em todo o mundo atingem a demanda de negócios e consumidores.

Os dados preliminares do PIB de abril a junho serão divulgados em 17 de agosto, duas semanas após o governo anunciar uma revisão dos dados do primeiro trimestre do PIB na segunda-feira para levar em conta um grande rebaixamento dos gastos empresariais no trimestre.

Foto: Reuters
Compartilhe
Comentários

318 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203