Outras Edições

Em destaque Economia

Núcleo da inflação do Japão fica estável em junho após 2 meses de queda

A leitura contraria expectativas de um terceiro mês de recuo

Crédito: Reuters - 22/07/2020 - Quarta, 11:48h

Tóquio - O núcleo dos preços ao consumidor no Japão interrompeu dois meses seguidos de queda em junho, mas riscos associados às perdas econômicas da crise do coronavírus, que afetou o consumo e levantou preocupações sobre um retorno da deflação, permanecem vivos.

O núcleo do índice de preços ao consumidor, que inclui petróleo mas exclui os voláteis preços de alimentos frescos, ficou estável em junho na comparação com o mesmo período do ano anterior, com quedas mais fracas nos preços de energia ajudando o índice a sair de território negativo, de acordo com dados do governo na terça-feira (21).

A leitura contraria expectativas de um terceiro mês de recuo e segue-se a comentários do banco central na semana passada de que a economia vai se livrar do impacto da pandemia. Em abril e maio houve quedas de 0,2%.

As mais recentes projeções do Banco do Japão são de que os preços ao consumidor cairão 0,5% neste ano fiscal até março, e permanecerão bem abaixo da meta de 2% até o início de 2023.

Foto: Reuters
Compartilhe
Comentários

629 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203