Outras Edições

Em destaque Coronavírus

Pandemia: Japão quer ajudar quem perdeu moradia por causa de desemprego

A proposta é oferecer apartamentos e outros locais para estas pessoas morarem temporariamente

Crédito: Redação - 23/05/2020 - Sábado, 16:38h
Tóquio - O Ministério da Saúde planeja reforçar seu apoio às pessoas que perderam um lugar para morar após sofrerem prejuízos nos negócios ou perda de empregos como  consequência do novo surto de coronavírus, disseram fontes.

O Ministério planeja garantir apartamentos e outros quartos vazios em todo o país para que essas pessoas possam morar temporariamente, publicou o The Japan Times.

Além disso, o Ministério trabalhará para aumentar o número de pessoas que utilizam o programa de benefícios existente que, em princípio, oferece o valor de três meses de aluguel para aqueles que sofrem dificuldades econômicas como resultado de suspensões ou fechamentos de negócios devido à crise do vírus.

Até o final de abril, cerca de 8.700 pessoas haviam se inscrito no programa de benefícios, mas apenas 2.800 haviam sido aprovadas, segundo dados preliminares do ministério.

Cerca de 16 bilhões de ienes para financiar as medidas de apoio adicionais serão contabilizados em um segundo orçamento suplementar para o ano fiscal de 2020, a ser compilado em breve, segundo as fontes.

O Japão está enfrentando a necessidade de elaborar medidas para apoiar as pessoas que não tiveram escolha a não ser deixar os dormitórios da empresa após a perda de empregos, bem como os “refugiados dos cibercafés” ou os residentes de longa data nessas instalações, que foram afetados pelo fechamentos destes estabelecimentos.

O governo metropolitano de Tóquio, da cidade de Sagamihara (Kanagawa) e outros governos locais começaram a tomar suas próprias medidas, como oferecer moradias públicas e quartos de hotel vazios para pessoas sem lugares para morar.

Muitos da coalizão governista pedem ao governo central que apoie esses esforços locais.

Como os escritórios municipais têm recebido uma série de consultas de pessoas que precisam de ajuda, o Ministério planeja aumentar a equipe nos escritórios de assistência social e centros de apoio, e estabelecer serviços de consulta por telefone no Ministério para que mais pessoas saibam sobre tais medidas.


Foto: iStockphoto




Compartilhe
Comentários

188 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203