Outras Edições

Em destaque Coronavírus

Entrega de "Abenomasks" começa neste sábado em 34 províncias do Japão

Iniciativa do primeiro ministro Shinzo Abe divide opiniões, entre críticas e elogios

Crédito: Redação - 23/05/2020 - Sábado, 15:37h
Tóquio - A entrega de máscaras faciais, como parte dos esforços de combate ao coronavírus do primeiro-ministro japonês Shinzo Abe, começou neste sábado (23) em 34 províncias que ainda não as receberam, apesar destas regiões não ter ou apresentar poucos casos de infecção.

Alguns cidadãos destas áreas, incluindo as Miyagi e Nara, criticaram o governo por agir muito devagar, já que Abe suspendeu o estado de emergência por causa do vírus em 42 das 47 províncias do país, e espera-se que isso ocorra com Tóquio possivelmente na segunda-feira, publicou a Kyodo. 

A distribuição via correio seguiu para Tóquio, Osaka e outras 11 províncias que apresentavam um número maior de infecções no início deste mês, embora as máscaras ainda não tenham chegado a algumas residências em Tóquio.

As máscaras são apelidadas de "Abenomasks" pela mídia japonesa, um trocadilho com o consagrado plano de políticas econômicas de Abe, chamado de "Abenomics".

PROVÍNCIAS

Em Sendai, capital de Miyagi, o morador Toru Takahashi, 59, disse que não usará a máscara fornecida pelo governo porque a escassez recente diminuiu, o que significa que outras delas estão agora amplamente disponíveis.

"Quanto tempo e dinheiro dos contribuintes o governo gastou para enviar apenas duas máscaras (por família)?", perguntou Takahashi.

Os críticos questionam a eficácia do esquema que custou 46,6 bilhões de ienes (US $ 440 milhões) aos cofres, enquanto as pessoas reclamam que as máscaras são muito pequenas. Outros apontaram que entregar duas máscaras em cada domicílio não é particularmente útil para famílias numerosas.

Mas nem todo mundo está descontente com as máscaras.

"É muito raro receber máscaras do governo. Fico feliz em saber que elas finalmente chegarão", disse Ayumi Sato, 18, estudante universitária em Kumamoto, sudoeste do Japão.

Autoridades governamentais disseram que a distribuição de máscaras de pano visa reduzir a demanda por este item descartável que estava em falta nos estágios iniciais da pandemia.

Apesar do estado de emergência ter encerrado na grande maioria do país, especialistas em doenças infecciosas pedem ao público que permaneça alerta para uma segunda onda de infecções.


Foto: Reuters
Primeiro-ministro Shinzo Abe



Compartilhe
Comentários

188 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203