Outras Edições

Em destaque Esportes

Bach diz que adiamento da Olimpíada exigirá sacrifício e compromisso de todos

“Nossa missão é organizar os Jogos e realizar sonhos dos atletas”, afirmou o presidente do COI

Crédito: Reuters - 26/03/2020 - Quinta, 11:30h

Tóquio - Os Jogos de Tóquio em nova data exigirão sacrifícios e compromissos de todos os envolvidos, disse o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, na quarta-feira, antes de prever a realização de “um belo quebra-cabeça e Jogos Olímpicos maravilhosos”.

“Nossa missão é organizar os Jogos e realizar sonhos dos atletas”, afirmou Bach, acrescentando que, embora a Olimpíada deva ser realizada antes do final do verão de 2021 no hemisfério norte, as datas não necessariamente se restringem aos meses de verão, que começa no final de junho.

O COI e o governo japonês finalmente sucumbiram à intensa pressão de atletas e órgãos esportivos e concordaram na terça-feira em adiar os Jogos para 2021 devido ao surto de coronavírus que se espalhou pelo mundo.

Foi um grande golpe para o Japão, que investiu 12 bilhões de dólares nos preparativos, mas também para o prestígio do movimento olímpico e do próprio Bach, que foi criticado por não reagir mais cedo diante da crise de saúde global.

Uma comissão de coordenação do COI, que está supervisionando os preparativos, agora trabalhará para determinar uma nova data no próximo ano em meio a um calendário esportivo caótico, severamente afetado pelo vírus.

Foto: Reuters
Primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, e o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach
Compartilhe
Comentários

245 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203