Outras Edições

Em destaque Coronavírus

Tóquio pede isolamento social e maior conscientização sobre coronavírus

A governadora da capital japonesa disse que saídas desnecessárias devem ser evitadas

Crédito: Masamichi Maeda/Alternativa - 25/03/2020 - Quarta, 21:40h

Tóquio - A governadora de Tóquio, Yuriko Koike, disse na noite desta quarta-feira (25) que os casos de coronavírus têm aumentado na capital japonesa e pediu colaboração de todos para a prática do isolamento social, evitando sair de casa sem necessidade, apesar de ainda não ter decretado emergência ou quarentena.

Segundo a emissora NHK, a governadora disse que saídas desnecessárias devem ser repensadas para diminuir o risco de contágio, principalmente à noite e nos finais de semana, e que, na medida do possível, as pessoas devem trabalhar em casa para não ter que usar os transportes públicos.

Tóquio registrou 41 casos de coronavírus nesta quarta-feira, o maior número já relatado na capital japonesa em apenas um dia, elevando o total de infecções para 212 em Tóquio e para mais de 1.300 em todo o Japão.

A governadora também alertou a população para que tenha uma maior conscientização sobre o perigo de contrair o novo vírus, que já infectou mais de 400 mil pessoas no mundo, matando quase 20 mil. No último final de semana, por exemplo, milhares de pessoas lotaram parques com cerejeiras floridas.

"Para evitar um aumento explosivo de infecções, a cooperação dos residentes de Tóquio é fundamental. Peço que você aja tendo em mente uma sensação de crise", disse Koike.

As autoridades de saúde de Tóquio disseram que 80% das pessoas infectadas pelo coronavírus têm apenas sintomas leves, mas 20% desenvolvem pneumonia grave e 5% vão parar na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Até o início desta semana, Hokkaido era a província com o maior número de casos no Japão, mas ela conseguiu conter o avanço da doença depois de ter declarado estado de emergência, pedindo aos moradores para não sair de casa sem necessidade, algo que Tóquio está tentando fazer, mas sem decretar emergência ou quarentena por enquanto.

A governadora, no entanto, não descarta a possibilidade de decretar quarentena e fechar a na capital japonesa se ocorrer um aumento explosivo nos casos de covid-19.

Ela disse que as próximas semanas serão decisivas: ou Tóquio supera o coronavírus ou então haverá medidas drásticas diante de uma fase crítica.

Foto: Reuters
Governadora de Tóquio, Yuriko Koike, segura placa com os termos "infecção explosiva" e "fase crítica"
Compartilhe
Comentários

629 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203