Outras Edições

Em destaque Coronavírus

OMS eleva risco global de coronavírus de "alto" para "muito alto"

A China continental relatou 427 novos casos e 47 mortes neste sábado

Crédito: Reuters - 29/02/2020 - Sábado, 11:01h

Genebra - A rápida proliferação do coronavírus aumentou o temor de uma pandemia, depois que seis países relataram seus primeiros casos da doença, e a Organização Mundial da Saúde (OMS) elevou na sexta-feira o alerta de risco de disseminação e impacto global para "muito alto".

A esperança de que a epidemia surgida na China no final do ano passado terminaria em meses, e de que a atividade econômica voltaria ao normal rapidamente, foi destroçada.

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse que sua organização não está subestimando o risco.

"É por isso que dissemos hoje que o risco global é muito alto", disse ele a repórteres em Genebra. "Nós o elevamos de 'alto' para 'muito alto'".

O porta-voz da OMS, Christian Lindmeier, disse que a possibilidade de o coronavírus chegar a muitos ou todos os países "é algo que estamos analisando e sobre o qual estamos alertando há algum tempo".

A Suíça cerrou as fileiras das nações que estão proibindo grandes eventos para tentar conter a epidemia, cancelando o Salão do Automóvel de Genebra -- um dos encontros mais importantes da indústria, que aconteceria na semana que vem.

A China continental relatou 427 novos casos e 47 mortes neste sábado (29), conseguindo reduzir gradualmente a epidemia.

As três maiores empresas aéreas chinesas reativaram alguns voos internacionais, e a Semana de Moda de Xangai, inicialmente adiada, acontecerá tal como prevista, mas na internet.

Enquanto o surto recua na China, ganha ritmo em outras partes do mundo.

México, Nigéria, Estônia, Dinamarca, Holanda e Lituânia registraram seus primeiros casos, todos relacionados a viagens para a Itália, o país europeu mais afetado. O Brasil foi o primeiro país latino-americano a registrar o vírus, e o México se tornou o segundo.

Agora os países com exceção da China representam cerca de três quartos das novas infecções.

Foto: Reuters
Diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em entrevista coletiva sobre o novo coronavírus em Genebra

NÚMEROS DO CORONAVÍRUS
(atualização em 29 de fevereiro, às 12h30)

JAPÃO
705 infectados (japoneses e estrangeiros) no navio de cruzeiro Diamond Princess, que ficou em quarentena no porto de Yokohama (Kanagawa)

9 funcionários do governo infectados no navio

14 infectados entre os 700 japoneses repatriadas da China

66 infectados em Hokkaido (incluem duas crianças de uma mesma escola primária)

36 infectados em Tóquio (incluindo seis taxistas, um médico e o filho dele e uma enfermeira) relacionadas a uma festa de confraternização

28 infectados em Aichi (incluem casal de Nagoia que esteve no Havaí, três amigos da região de Owari e 10 pessoas de Nagoia)

22 infectados em Kanagawa (incluem uma enfermeira e três pacientes relacionados ao hospital Sagamihara Chuo)

13 infectados em Wakayama (incluem 10 pessoas relacionadas ao hospital Saiseikai Arida, sendo dois médicos, a esposa e o filho de um dos médicos, três pacientes e três familiares de um dos pacientes)

13 infectados em Chiba (incluindo uma professora)

6 casos em Ishikawa

5 casos em Kumamoto

3 infectados em Okinawa (incluem dois taxistas)

2 infectados em Quioto

2 casos em Fukuoka

2 casos em Nagano

2 casos em Gifu

4 casos em Osaka

1 infectado em Mie

1 caso em Nara (motorista de ônibus)

1 caso em Saitama

1 caso em Tochigi

1 caso em Tokushima

1 caso em Shizuoka

1 caso em Miyagi

1 caso em Niigata

1 caso em Kochi

941 casos no total, incluindo 11 mortes (uma mulher de Kanagawa, dois pacientes de Hokkaido, um homem de Tóquio, um de Wakayama e seis passageiros do navio). Cerca de 50 infectados estão em estado grave.

Excluindo os passageiros e tripulantes do navio, 37 pacientes se recuperaram e receberam alta hospitalar, segundo a emissora NHK.

CHINA
2.835 mortos (aumento de 47 em relação ao dia anterior)
79.251 infectados (aumento de 427 em relação ao dia anterior)

MUNDO
2.931 casos na Coreia do Sul
888 na Itália
388 no Irã
98 em Cingapura
86 em Hong Kong
57 na França
53 na Alemanha
45 no Kuwait
41 na Tailândia
38 em Bahrein
35 na Espanha
34 em Taiwan
25 na Malásia
21 nos Emirados Árabes Unidos
18 nos Estados Unidos
16 no Vietnã, Austrália e Reino Unido
13 na Suíça
10 em Macau e Canadá
1 no Brasil
76 em outros 33 países

4.916 casos fora da China e do Japão

77 mortes fora da China e do Japão (34 no Irã, 21 na Itália, 16 na Coreia do Sul, 2 em Hong Kong, 2 na França, 1 nas Filipinas e 1 em Taiwan)

Entre os passageiros do navio Diamond Princess repatriados do Japão, 42 testaram positivo nos EUA, 8 na Austrália, 4 no Reino Unido, 3 em Israel e 8 em Hong Kong.
Compartilhe
Comentários

204 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203