Outras Edições

Em destaque Japão

Idoso contrai coronavírus após ter contato com médico infectado no Japão

Outras duas pessoas ficaram doentes e estão sendo examinadas

Crédito: Masamichi Maeda/Alternativa - 14/02/2020 - Sexta, 09:15h

Wakayama - Um médico foi diagnosticado com coronavírus (Covid-19) na província de Wakayama e pelo menos três pessoas ficaram doentes após ter contato com ele, informou a emissora NHK.

Uma dessas três pessoas, um idoso com idade entre 70 e 79 anos, testou positivo para o vírus nesta sexta-feira (14). Ele está internado em estado grave com pneumonia. 

O médico, com idade entre 50 e 59 anos, atendeu pacientes no hospital Saiseikai Arida, na cidade de Yuasa, por três dias (3, 4 e 5 de fevereiro) depois de ter apresentado os primeiros sintomas.

Ele foi internado em 10 de fevereiro devido a uma pneumonia e teve o diagnóstico de coronavírus confirmado na quinta-feira (13). Não se sabe exatamente como a infecção ocorreu, já que ele não viajou ao exterior e nem teve contato com chineses de Wuhan, o epicentro do surto na China.

Um médico que trabalha no mesmo hospital e um paciente também ficaram doentes, com sintomas de pneumonia, e estão sendo submetidos a exames detalhados.

Segundo o governo da província de Wakayama, o hospital Saiseikai Arida não está atendendo novos pacientes e pretende examinar funcionários e todas as pessoas atualmente internadas.

PRIMEIRA MORTE NO JAPÃO
O Ministério da Saúde anunciou na noite de quinta-feira (13) que uma mulher japonesa residente em Kanagawa morreu após ser infectada com coronavírus, sendo o primeiro óbito registrado no país que tem relação com o novo vírus Covid-19.

A mulher, com idade entre 80 e 89 anos, teve sintomas de pneumonia e morreu antes de um exame confirmar que ela estava infectada com o coronavírus.

Mais tarde, o Ministério da Saúde informou que a mulher que morreu é sogra de um taxista de Tóquio que também foi diagnosticado com o Covid-19 na quinta-feira. Mas não se sabe quem contraiu o vírus primeiro, de acordo com a TV Asahi.

Assim como a sogra, o taxista não tem histórico de viagem ao exterior. Ele não transportou chineses do aeroporto de Haneda ao centro de Tóquio, como havia sido divulgado anteriormente, tornando a origem da infecção uma incógnita.

As autoridades de Tóquio informaram que o taxista não trabalhou após apresentar os primeiros sintomas em 29 de janeiro, mas não se sabe quantos dias antes ele foi infectado.

Um homem residente em Chiba, com idade entre 20 e 29 anos, também contraiu o vírus e teve o diagnóstico confirmado na noite de quinta-feira. Ele não viajou recentemente para o exterior.

Em todos esses novos casos não se sabe exatamente como a transmissão do coronavírus ocorreu.

O número de pessoas diagnosticadas com Covid-19 no Japão subiu para 252, incluindo os 218 passageiros e tripulantes infectados no navio de cruzeiro Diamond Princess, que foi colocado sob quarentena e está atracado no porto de Yokohama (Kanagawa).

Foto: Reprodução/Mainichi
Hospital Saiseikai Arida, na cidade de Yuasa (Wakayama)

NÚMEROS DO CORONAVÍRUS NO JAPÃO
(atualização em 14 de fevereiro, às 10h)

218 infectados (japoneses e estrangeiros) no navio de cruzeiro Diamond Princess, colocado em quarentena no porto de Yokohama (Kanagawa)

1 funcionário do departamento de quarentena infectado no navio

12 infectados entre os 700 japoneses repatriadas da China

16 infectados entre turistas chineses que visitaram o Japão e pessoas que tiveram contato com eles (inclui um motorista de ônibus japonês)

1 taxista infectado em Tóquio

1 médico infectado em Wakayama

1 paciente do médico infectado em Wakayama

1 homem infectado em Chiba

1 morte em Kanagawa (mulher de 80 a 89 anos)

252 casos no total
Compartilhe
Comentários

233 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.000 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0072
Tokyo-to Shibuya-ku Hatagaya 1-8-3
Vort Hatagaya 8F