Outras Edições

Em destaque Coronavírus

Taxista e médico são diagnosticados com coronavírus no Japão

O número de pessoas infectadas no país subiu para 249

Crédito: Masamichi Maeda, com Reuters - 13/02/2020 - Quinta, 18:27h

Matéria atualizada às 19h30 para acréscimo de informações.

Tóquio - Um motorista de táxi com idade entre 70 e 79 anos foi diagnosticado com coronavírus nesta quinta-feira (13) em Tóquio, após apresentar alguns sintomas da doença, informou a emissora NHK.

O taxista disse que se lembra de ter transportado turistas aparentemente chineses entre o aeroporto de Haneda e o centro do Tóquio, mas o Ministério da Saúde ainda não sabe como o vírus foi transmitido.

Pouco depois do anúncio sobre o taxista, o governo de Wakayama informou que um médico japonês residente na província testou positivo para o coronavírus. Ele atendeu pacientes no hospital Saiseikai Arida, na cidade de Yuasa, por três dias depois de ter apresentado os primeiros sintomas. As autoridades estão verificando as pessoas com as quais ele teve contato nesse período.

Segundo a NHK, o governo da província disse que o médico, com idade entre 50 e 59 anos, não esteve em Wuhan, o epicentro do surto na China, sem explicar a origem do vírus transmitido.

O número de pessoas diagnosticadas com o novo vírus (Covid-19) no Japão subiu para 249.

Nesta quinta-feira, o Ministério da Saúde divulgou que 44 passageiros e tripulantes de um navio de cruzeiro sob quarentena foram diagnosticados com coronavírus.

O número de infectados no navio Diamond Princess, atracado no porto de Yokohama (Kanagawa) com cerca de 3.600 passageiros e tripulantes, subiu para 218

O governo japonês vai permitir que alguns passageiros idosos com mais de 80 anos saiam do navio antes do fim da quarentena, desde que testem negativo para o coronavírus.

O ministro da Saúde, Katsunobu Kato, disse que os passageiros idosos que têm doenças crônicas ou estão em quartos sem janelas poderão sair a partir de sexta-feira, antes do fim da quarentena em 19 de fevereiro, para ficar em instalações providenciadas pelo governo até essa data.

Além dos 218 infectados, um funcionário do departamento de quarentena de Yokohama também contraiu o coronavírus depois de medir a temperatura corporal de passageiros usando apenas máscara e luvas, sem roupas de proteção.

"Faremos todos os esforços para garantir a segurança e a paz das pessoas", disse Kato em entrevista coletiva, sem confirmar o número de passageiros que poderiam sair antes do previsto.

Foto: iStockphoto

NÚMEROS DO CORONAVÍRUS
(atualização em 13 de fevereiro, às 19h30)

JAPÃO
218 infectados (japoneses e estrangeiros) no navio de cruzeiro Diamond Princess, colocado em quarentena no porto de Yokohama (Kanagawa)

12 infectados entre os 700 japoneses repatriadas da China

17 infectados entre turistas chineses que visitaram o Japão e pessoas que tiveram contato com eles (inclui um motorista de ônibus e um taxista, ambos japoneses)

1 funcionário do departamento de quarentena infectado

1 médico infectado em Wakayama

249 pessoas infectadas no total

CHINA
1.365 mortos
59.493 infectados

MUNDO
50 casos em Hong Kong e Cingapura
33 na Tailândia
28 na Coreia do Sul
18 em Taiwan e Malásia
16 na Alemanha e Vietnã
15 na Austrália
14 nos Estados Unidos
11 na França
10 em Macau
9 na Inglaterra
8 nos Emirados Árabes Unidos
5 no Canadá
3 na Índia, Filipinas e Itália
2 na Rússia e Espanha
1 no Nepal, Camboja, Sri Lanka, Finlândia, Suécia e Bélgica

569 casos no total, segundo a emissora NHK (incluindo os 249 do Japão)

1 morte nas Filipinas
1 morte em Hong Kong
Compartilhe
Comentários

328 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203