Outras Edições

Em destaque Mundo

75 membros do PCC escapam de prisão no Paraguai

Ministro da Segurança, Sérgio Moro, ofereceu ajuda para a recaptura dos criminosos

Crédito: Reuters e Agência Brasil - 20/01/2020 - Segunda, 09:54h
Assunção – Pelo menos 75 presos escaparam de uma prisão na cidade paraguaia Pedro Juan Caballero, na fronteira com o Brasil neste domingo (19). Eles cavaram um túnel em uma operação que seria tido funcionários da instituição como cúmplices, informou o governo.

A ministra da Justiça, Cecilia Pérez, disse a repórteres que a diretora da Penitenciária Regional de Pedro Juan Caballero foi demitida junto com outros seis funcionários após a fuga que envolveu membros do grupo criminoso brasileiro Primeiro Comando da Capital (PCC).

“Impossível que eles não tenham visto a quantidade de areia em uma das celas. O túnel foi cavado de uma cela que vai para o lado da prisão. Não é possível que os funcionários não tenham visto uma saída no perímetro da penitenciária. Existe um conluio brutal óbvio”, disse a ministra Pérez.

"É um trabalho que levou dias e é impossível que as autoridades não percebessem que estava para acontecer... obviamente esse era um plano adquirido", disse Pérez à estação de rádio Monumental.

O Governo denunciou o fato à Polícia Federal do Brasil, embora a Procuradoria Geral da República acredite que os fugitivos ainda estejam em território paraguaio. 

O ministro do Interior, Euclides Acevedo, disse à imprensa local que o túnel pode ter sido um recurso para "legitimar a libertação" de prisioneiros.
"Podemos dizer que eles ainda estão em nosso território. Nessa área, existem muitas áreas arborizadas e eles conhecem o território... são pessoas altamente perigosas", disse a procuradora-geral do Estado, Sandra Quiñónez.

A área é considerada um trânsito para o narcotráfico e um local de operações para grupos como o PCC e o Comando Vermelho, as facções criminosas mais poderosas do Brasil.

AJUDA 

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, anunciou pelo Twitter apoio às autoridades do país vizinho: “Estamos trabalhando junto com as forças estaduais para impedir a reentrada no Brasil dos criminosos que fugiram de prisão do Paraguai. Se voltarem ao Brasil, ganharão passagem só de ida para presídio federal”.

Em outra postagem, o ministro se colocou à disposição para ações que visem a recaptura dos fugitivos. “O Paraguai tem sido um grande parceiro na luta contra o crime”, escreveu. 


Foto: Reuters
Soldados paraguaios vigiam um posto de controle durante o controle militar em Pedro Juan Caballero 


Compartilhe
Comentários

247 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.000 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0072
Tokyo-to Shibuya-ku Hatagaya 1-8-3
Vort Hatagaya 8F