Outras Edições

Em destaque Japão

Japão registra recorde de falências por falta de trabalhadores

Setores de alimentação, bem-estar e construção foram os mais atingidos

Crédito: Masamichi Maeda/Alternativa - 12/01/2020 - Domingo, 12:15h

Tóquio - O Japão registrou um número recorde de empresas que faliram em 2019 devido à falta de mão de obra, informou a emissora NHK na última sexta-feira (10), citando dados do Instituto Tokyo Shoko Research.

Segundo o Instituto, 426 empresas com capital acima de ¥10 milhões declararam falência no ano passado por não terem conseguido obter trabalhadores suficientes, um aumento de quase 10% em relação a 2018 e o maior número já registrado no Japão desde 2013, quando os dados se tornaram disponíveis.

Cerca de 270 companhias fecharam em 2019 porque os responsáveis se aposentaram e não foram encontrados substitutos ou sucessores.

Outras 78 empresas não conseguiram mão de obra suficiente, apesar de terem colocado anúncios no Hellowork (agência pública de empregos) ou em revistas especializadas.

As outras empresas faliram porque muitos funcionários mudaram de emprego ou porque não conseguiram acompanhar os aumentos relacionados à folha de pagamento.

A maioria das falências ocorreu nos setores considerados mais críticos devido à falta de trabalhadores: alimentação (restaurantes), bem-estar (cuidados a idosos) e construção.

Foto: Reuters
Compartilhe
Comentários

265 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.000 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0072
Tokyo-to Shibuya-ku Hatagaya 1-8-3
Vort Hatagaya 8F