Outras Edições

Em destaque Economia

Nissan pode ser multada em ¥2,4 bilhões por relatórios falsos

O ex-presidente Carlos Ghosn foi preso no ano passado por alegações de má conduta financeira

Crédito: Reuters - 09/12/2019 - Segunda, 09:23h

Tóquio - O órgão fiscalizador dos mercados do Japão deve recomendar em breve que a agência reguladora financeira multe a Nissan Motor em cerca de ¥2,4 bilhões (US$ 22 milhões) por causa de relatórios falsos em suas demonstrações financeiras, informou a emissora NHK no domingo.

O ex-presidente da Nissan, Carlos Ghosn, foi preso em Tóquio em novembro do ano passado por alegações de má conduta financeira, incluindo subestimar seu salário em cerca de ¥9,1 bilhões de ienes durante um período de quase uma década e transferir temporariamente perdas financeiras pessoais para os registros da Nissan, a segunda maior montadora do Japão.

A Reuters informou em junho que a Nissan seria multada em até ¥4 bilhões e que poderia ter o valor reduzido para cerca de ¥2,4 bilhões se a montadora apresentasse documentação à Comissão de Vigilância de Valores Mobiliários (SESC) antes do início da investigação formal.

A multa cobrirá um período de quatro anos até março de 2018, disse uma fonte à Reuters.

A Nissan e a SESC não puderam ser encontradas imediatamente para comentar o assunto.

Foto: Reuters
Compartilhe
Comentários

227 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.000 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0072
Tokyo-to Shibuya-ku Hatagaya 1-8-3
Vort Hatagaya 8F