Outras Edições

Em destaque Comunidade

Vazamento de gás provoca a morte de uma família nikkei em São Paulo

Polícia acredita que o casal e duas crianças foram asfixiados com monóxido de carbono

Crédito: Redação - 16/07/2019 - Terça, 09:37h
Santo André – Um acidente doméstico provocou a morte de uma família de descendentes de japoneses em Santo André (ABC) no último domingo (14). Kátia Utima, de 47 anos, o marido Roberto Utima, de 46 anos e os filhos, Bárbara (14) e Enzo (3), foram encontrados mortos em casa.

A família tinha acabado de voltar de uma viagem para a Disney, na última sexta-feira (12) e ainda não tinham desfeito as malas. Parentes, que não conseguiram entrar em contato desde o retorno da viagem, foram no apartamento e descobriram os corpos.

A polícia acredita que as mortes foram provocadas por um vazamento de gás. O casal e os filhos podem ter perdido a consciência depois de inalar monóxido de carbono, liberado na queima de gás de um aquecedor.

Notícias divulgadas pela mídia brasileira afirmam que o casal já havia sido advertido há dez anos sobre o problema com o gás pelo sindico do prédio. 

Na ocasião, eles foram aconselhados a instalar uma tubulação de exaustão do aquecedor. Porém, o casal não tomou atitude, alegando que deixava as janelas sempre abertas. Não havia chaminé em casa e quando os corpos foram encontrados, as janelas estavam fechadas.

O delegado do 1° DP de Santo André, Roberto Von Haydin, disse em entrevistas que a condição no qual o apartamento foi encontrado indica que houve a asfixia. “A esposa ligou o aquecedor para tomar banho, mas as janelas estavam fechadas e o gás tomou conta do apartamento”.

Uma perícia da empresa de gás testou o nível de monóxido de carbono ao ligar o chuveiro elétrico e constatou que o nível estava alto após poucos minutos. Quando os corpos foram encontrados, Katia estava no box e o chuveiro ligado. O marido estava no sofá, com o filho mais novo no colo e a menina estava sobre a cama em seu quarto.

Dias antes da viagem que fizeram aos Estados Unidos, a família chegou a passar mal e foi a um pronto socorro, provavelmente por sofrer envenenamento por monóxido de carbono. Porém, os médicos não conseguiram descobrir o problema e o casal e os filhos foram medicados e liberados, com diagnóstico de sinusite.

Outro sinal de que havia algo de errado no apartamento foi a morte do pássaro da família, dias antes da viagem. O pássaro apareceu morto sem explicação aparente e como ficava ao lado do aquecedor, provavelmente sofreu de asfixia.

Foto: Arquivo Pessoal
Compartilhe
Comentários

305 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.000 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0072
Tokyo-to Shibuya-ku Hatagaya 1-8-3
Vort Hatagaya 8F