Outras Edições

Em destaque Comunidade

Espíritas promovem simpósio em Gifu

Encontro serviu para definir algumas metas visando uma maior união das casas espíritas localizadas no Japão

Crédito: Antônio Carlos Bordin/Alternativa - 19/10/2014 - Domingo, 11:56h

 

Toki - O movimento espírita no Japão completa cerca de 20 anos e busca a união das casas espíritas instaladas em diversas províncias. Algumas das diretrizes nesse sentido foram decididas no III Simpósio Espírita realizado no Núcleo Espírita Cristão do Japão (NEC-J), realizado neste sábado (18) em Toki (Gifu).


Adalberto Prado Morais, da Associação dos Divulgadores Espíritas do Japão (ADE Japão), falou que há vários projetos em discussão, entre eles o de registrar o espiritismo no Japão.


O dirigente do NEC-J, Luiz Carlos Okabayashi, disse que isso já foi tentado antes, porém, esbarra na necessidade de traduzir as obras básicas do Espiritismo, como o “Livro dos Espíritos”, “Livro dos Médiuns”, “A Gênese”, “Céu e Inferno”.


“Somente o ‘Evangelho Segundo o Espiritismo’ foi traduzido. E precisamos ter tudo isso passado para o japonês para apresentar para as autoridades”, disse Luiz Carlos.


Adalberto explicou que o Espiritismo não tem um dono e que é permitida a tradução das obras escritas por Allan Kardec. “Uma comissão deverá decidir como proceder nesse e em outros aspectos”, adiantou.


O representante da ADE Japão informou que uma característica do movimento espírita no Japão é de que o espiritismo deve ser dirigido aos japoneses. “Nós estamos trabalhando como bandeirantes, abrindo caminho e agora temos que nos unir para isso”, acrescentou.


Como muitas casas espíritas realizam assistência social aos sem-teto, deverá ser decidida também a definição de algumas delas para receber doações, como roupas, alimentos entre outros itens.


Mas para isso há necessidade de que se resolva outro problema, que é a definição de uma lista das casas espíritas em funcionamento no país. “Hoje temos o contato de 13 casas espíritas, mas sabemos que devem ser mais de 20”, explica.


Na parte religiosa, Davis Silva, do NEC-J, falou sobre o tema “Jesus, Família e Evangelho”. O Evangelho Segundo o Espiritismo completa 150 anos de lançamento neste ano e contém toda moral dos ensinamentos de Jesus.


Davis explicou que no início do relacionamento, o casal acha tudo bonito e maravilhoso. Mas que no cotidiano os carinhos dão lugar à aspereza. “Esquece-se de dizer ‘por favor’, ‘muito obrigado’. Um não percebe que o outro é um espírito aprendendo também. E os filhos testemunham tudo isso”, relata.


Como o Espiritismo defende a reencarnação, Davis afirma que muitos dos motivos das discórdias familiares podem estar no passado, em outras vidas. “Com certeza no passado prejudicamos alguém e na Justiça divina há muitos modos de fazer o acerto de contas. Um deles é reunir as pessoas na família”, explica.


E Davis comentou que muitas das respostas para a busca de uma harmonia familiar estão no chamado “Evangelho no Lar”, que é a reunião da família em torno da leitura e comentários de trechos deste livro escrito por Allan Kardec.


Foto: Antônio Carlos Bordin/Alternativa
No simpósio foram feitas palestras e um debate para definir os rumos do movimento espírita no Japão

 

Compartilhe
Comentários

1027 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.980 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203