Outras Edições

Em destaque Japão

Ministério estuda conceder bolsas de estudo a jovens estrangeiros que buscam universidade

O governo espera que mais jovens sigam os estudos também em universidades

Crédito: Redação - 12/02/2024 - Segunda, 08:53h
Tóquio, Japão – O Ministério da Educação do Japão estuda oferecer bolsa de estudo universitária para jovens estrangeiros cujas famílias desejam continuar morando no país, publicou o jornal Asahi. 

O sistema expandido exige que os empréstimos administrados pela Organização de Serviços Estudantis do Japão (JASSO) sejam disponibilizados a jovens estrangeiros que tenham se formado em escolas até o ensino médio.

Um representante do Ministério disse que esse histórico é uma boa indicação de que os estudantes consideram o Japão como seu lar.

No plano do órgão consta que as bolsas de empréstimo seriam disponibilizadas mesmo que os jovens ainda estejam com visto de “dependente”.

A novidade deve ser implantada no novo ano letivo, que inicial no mês de abril. 

O representante do Ministério da Educação estima que cerca de 200 jovens por ano se candidatariam à bolsa de estudos, quer sob a forma de empréstimo, quer ao abrigo do novo programa analisado pelo governo, no qual as parcelas seriam reduzidas ou isentas, juntamente com uma bolsa de estudos que não teria de ser reembolsada.

A JASSO concede bolsas de estudo a jovens estrangeiros, mas com a condição de que o visto seja para estadia permanente, de longa duração ou permanente especial.

Os jovens estrangeiros que concluem os estudos em escolas japonesas podem mudar para o status de visto de residente de longo prazo, se tiverem uma oferta de emprego em mãos.

O problema é que caso decidam prosseguir para o ensino superior, ficam obrigados a aderir ao visto de dependente, o que os torna inelegíveis para a bolsa JASSO no regime atual.

Muitos não têm condições de arcar com os altos custos da universidade e dependem de suas famílias ou de outros meios e acabam desistindo do ensino superior. 

Uma pesquisa de 2021 do Ministério da Educação descobriu que entre os alunos do último ano do ensino médio, que necessitaram de formação adicional na língua japonesa, incluindo aqueles com passaportes estrangeiros, apenas 51,9% seguiram para o ensino superior, em comparação com 73,4% dos demais estudantes que entraram em universidades. 

Estatística da Agência de Serviços de Imigração mostra que até junho de 2023 havia cerca de 112.000 estrangeiros com 18 anos ou menos que possuíam visto de dependente, mais do que o dobro dos cerca de 52.000 dos jovens que possuíam esse visto em 2013.


Foto: iStockphoto

Compartilhe
Comentários

1319 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
24 edições
¥7000 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0071
Tokyo-to Shibuya-ku Honmachi 1-20-2-203