Outras Edições

Serviços Educação

Kookkoo - Colegial

No colégio, tudo é diferente em relação ao primário e ginásio; o ensino não é obrigatório e o aluno tem a opção de escolher a escola

Crédito: Redação/Alternativa - 23/06/2012 - Sábado, 00:15h

Quando o jovem brasileiro está terminando o ginásio (chuugakkou), entra em um dilema: continua os estudos ou começa a trabalhar? A maioria acaba optando pela segunda opção porque já adquiriu idade que permite legalmente arrumar um serviço e porque quer independência financeira. Outros fatores também interferem na decisão. Para ingressar no koutougakkou (koukou), equivalente ao ensino médio ou colegial, é preciso passar por um exame, sem contar que as despesas aumentam bastante.

 
Mas todo o sacrifício é válido se considerar que, após o colegial, o jovem poderá prestar vestibular para entrar em uma universidade. E o sonho de qualquer pai ou mãe é ver o filho crescer e ter uma bela profissão. Uma pesquisa da Universidade Hamamatsu Gakuin, de Hamamatsu (Shizuoka), revelou que mais da metade dos alunos estrangeiros do ginasial querem prosseguir com os estudos no Japão. Porém, a maioria dos pais desses estudantes pouco sabe sobre o processo para ingressar em um colégio ou uma universidade.
 
De acordo com a pesquisa, 28% (47) dos 180 alunos do primeiro e segundo anos do ginásio pretendem entrar em um colégio. Outros 31% (53) querem, futuramente, ingressar em uma universidade japonesa. Dos 161 pais entrevistados, apenas 37% responderam que conhecem o sistema de ensino e o processo para prosseguir com os estudos. Tanto que o Conselho de Educação e algumas entidades têm promovido palestras voltadas a estrangeiros sobre como ingressar em um colégio.
 
O koukou, que ao contrário do primário e ginasial não faz mais parte do ensino obrigatório, pode ser público (koritsu) -administrado pela província (kenritsu) e pelas prefeituras (ichiritsu) ou particular (shiritsu), de administração privada. Além das aulas convencionais diurnas, há cursos noturnos para alunos que desejam trabalhar ou fazer alguma atividade durante o dia.
 
DÚVIDAS
Quem pode entrar no colegial?
Qualquer pessoa acima de 15 anos de idade pode prestar o exame de ingresso no colegial, desde que tenha terminado os cursos primário e ginasial no Japão ou no exterior, totalizando nove anos. O candidato que estudou apenas oito anos deverá estudar mais uma série ou fazer uma prova de avaliação de conhecimentos que é realizada anualmente em novembro. Um aluno deve estar preparado porque no colegial ele pode repetir de ano se tirar notas baixas ou faltar bastante, o que não acontece no primário e ginasial.
 
Quais as vantagens do koukou?
A conclusão do colegial representa algumas vantagens. É possível prestar vestibular para entrar na faculdade ou fazer um curso profissionalizante. O diploma também pode servir para conseguir um emprego que não seja apenas braçal.
 
Quanto custa estudar no colegial?
O colégio público é administrado pela província (kenritsu) e pelas prefeituras (ichiritsu). Existem ainda os colégios particulares (shiritsu), de administração privada, mas as despesas costumam ser duas ou três vezes maiores. Por exemplo, a anuidade de um colégio público é de aproximadamente 250 mil ienes. No particular, o valor chega a triplicar, chegando a 600 mil ienes, incluindo a matrícula e a taxa do exame de ingresso.
 
Existem atividades extra-classe?
Sim, os alunos podem optar por atividades esportivas (beisebol, natação, atletismo, futsal e outras modalidades) ou culturais (teatro, coral, música, culinária e afins).
 
Como são os cursos noturnos?
Os cursos noturnos são bastante procurados pelos estrangeiros porque é possível trabalhar durante o dia e algumas escolas não exigem o uso de uniforme, sem contar que o tempo de duração das aulas é menor em comparação aos cursos diurnos.
 
O governo oferece bolsas de estudo?
Os alunos com problemas financeiros podem recorrer às bolsas de estudo e vale-transporte. Os requisitos avaliados são renda familiar, aproveitamento escolar, tipo de visto (o permanente é melhor aceito) e outros –o diretor da escola pode apresentar uma carta de recomendação. Os pais também podem receber ajuda se ficarem desempregados ou forem vítimas de prejuízos causados por falência de empresa, mortes, doenças, incêndio e desastres naturais –enchentes, tufões ou terremotos. Os alunos do curso de meio período ou por correspondência têm o direito de receber 14 mil ienes por mês desde que tenham uma renda anual abaixo de 2,79 milhões de ienes. Há ainda créditos educativos de órgãos públicos específicos para esse tipo de assistência.
 
O que é escola vocacional (senshuu gakkou)?
Destinada a alunos que concluem o ginásio e preferem ter uma colocação profissional mais rápida, já que o caminho até a faculdade é mais longo. Os cursos têm duração variada, desde um a três anos, dependendo da escola e da especialização. Quem concluiu um curso vocacional pode tentar uma faculdade desde que a escola ofereça o certificado, mas as dificuldades serão maiores em relação a quem frequentou um colégio normal porque estudou matérias específicas.
 
O que é escola técnica (senmon gakkou ou senmon katei)?
Destinada a alunos que concluem o colégio e não pensam em tentar uma faculdade. Mas não há muitas vantagens, já que o exame de admissão não é muito diferente de uma prova de vestibular e os preços também não mudam muito. Mas os cursos tem curta duração, em média dois anos, o que pode levar o aluno a iniciar uma carreira profissional mais cedo em relação a um universitário. É possível tentar uma faculdade futuramente, ou então um curso de pós-graduação.
 
TIPOS DE COLEGIAL
Período integral (zennichi-sei)
Horário: 8h30 às 16h
Número de aulas: 6 de 50 minutos
Duração do curso: 3 anos
Variação: normal, especialização (industrialização, comércio, agronomia, artes e internacionalização) e geral 
 
Meio período noturno (teiji-sei)
Horário: 17h30 às 21h
Número de aulas: 4 de 45 minutos
Duração do curso: 3 ou 4 anos
Variação: normal, técnico e comercial
 
Por correspondência (tsushin-sei)
Horário: estudo por conta própria, com comparecimento à escola duas vezes por mês
Número de aulas: 18 a 20 de 45 minutos por ano
Duração do curso: 3 anos ou mais
Variação: normal
Compartilhe
Comentários
1 ano
26 edições
= 4.500 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0072
Tokyo-to Shibuya-ku Hatagaya 1-8-3
Vort Hatagaya 8F