BRASIL

Postado em: 16/02/2012

Japonesa Pilot Pen inicia obra de nova fábrica em Jundiaí

As instalações devem ficar prontas em agosto deste ano, e a previsão de início da produção é para janeiro de 2013, gerando 300 novos empregos

MARLENE MAEDA

São Paulo, 15/fev - O município de Jundiaí (SP) foi escolhido para sediar a nova fábrica da multinacional japonesa Pilot Pen no Brasil. Com localização privilegiada no Distrito Industrial – Fazgran e boa infraestrutura, a nova fábrica -que terá uma área de 13,6 mil m2 num terreno de 36 mil m2- possibilitará o aumento da produção e a melhoria da logística de distribuição dos produtos da empresa.

As instalações devem ficar prontas em meados de agosto de 2012, e a previsão de início da produção é para janeiro de 2013. Com a transferência de sua planta de São Miguel Paulista para Jundiaí, a Pilot Pen investirá R$ 50 milhões e irá gerar cerca de 300 novos empregos.
 
"A nossa empresa está no Brasil desde 1954 e buscamos satisfazer os nossos clientes com artigos de escrita e papelaria. O grupo tem matriz em Tóquio, e bases nos Estados Unidos, França, Indonésia e Brasil. Como a nossa produção tem se expandido mundialmente, a nova fábrica será importante para mantermos esse ótimo desempenho", declarou Tatsuo Soutome, presidente da Pilot Pen do Brasil.

A cerimônia de lançamento da Pedra Fundamental aconteceu no início do mês e contou com a presença de Soutome; do prefeito de Jundiaí, Miguel Haddad, além de várias autoridades do município.

O evento teve início com a benção do padre Adilson Amadi, da Paróquia São Sebastião, prosseguindo com a tradição japonesa do “kuwa-ire-shiki”, que utiliza a pá e a enxada para simbolizar as primeiras movimentações de terra da uma nova construção e pede a proteção divina contra acidentes. Também foi realizado o ato simbólico de chumbamento de uma cápsula do tempo, registrando o momento inicial da construção.

foto
O presidente da Pilot Pen, Tatsuo Soutome, na cerimônia de kuwa-ire-shiki
Divulgação

Avalie esta matéria
Compartilhe