Outras Edições

Em destaque Japão

Homem que assassinou 5 vizinhos no Japão recebe pena de morte definitiva

Kosei Homi bateu na cabeça das vítimas e incendiou casas em Yamaguchi

Crédito: Redação - 11/07/2019 - Quinta, 17:31h

Tóquio - A Suprema Corte do Japão rejeitou um pedido de apelação do advogado de Kosei Homi, 69 anos, que foi condenado à morte pelo assassinato de cinco vizinhos. A decisão foi anunciada em audiência nesta quinta-feira (11), informou o jornal Yomiuri.

Com a rejeição do pedido, esgotaram-se todos os recursos disponíveis para o advogado tentar reverter a sentença, restando ao condenado apenas aguardar o dia da execução, que ainda pode demorar anos.

Os crimes ocorreram porque Homi tinha problemas de relacionamento com os moradores da vizinhança em um pequeno vilarejo na cidade de Shunan (Yamaguchi).

Em julho de 2013, o homem colocou fogo em duas casas, matando três pessoas. Em seguida, outros dois corpos foram localizados em duas residências diferentes.

No primeiro incêndio, morreram Makoto Sadamori, 71 anos, e a esposa Kyoko, 72. Em uma outra residência, a 60 metros dali, também incendiada, apareceu o corpo de Miyako Yamamoto, 79, depois que os bombeiros apagaram o fogo.

No dia seguinte, duas pessoas apareceram mortas em duas casas diferentes, a 200 metros dos incêndios: Satoko Kawamura, 73, e Fumito Ishimura, 80 (idades da época do crime).

Segundo o laudo da polícia, todas as vítimas tinham ferimentos graves na cabeça. Posteriormente, descobriu-se que as lesões foram causadas por um pedaço de pau.

Durante o primeiro julgamento, no Tribunal Regional de Yamaguchi, o advogado de defesa alegou que Homi sofria de transtorno de personalidade paranoide, mas exames atestaram a sua sanidade mental, um dos motivos que fez o juiz decretar a pena de morte.

Após os assassinatos, o homem fugiu e foi localizado cinco dias depois escondido nas montanhas, a apenas um quilômetro da casa onde morava.

Os moradores do pequeno vilarejo onde os crimes ocorreram disseram que Homi era uma pessoa antipática. Ele morava sozinho e até mesmo os parentes o descreveram como um homem esquisito.

Foto: Reprodução/FNN
Kosei Homi foi condenado à morte por cinco assassinatos em Yamaguchi
Compartilhe
Comentários

637 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.000 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0072
Tokyo-to Shibuya-ku Hatagaya 1-8-3
Vort Hatagaya 8F