Outras Edições

Em destaque Brasil

Legado de Moro não tem preço, diz Bolsonaro em primeira declaração sobre vazamentos

O presidente comentou ainda que o povo perderá se o Congresso suspender o decreto que flexibiliza porte de arma

Crédito: Reuters - 14/06/2019 - Sexta, 13:41h
Brasília - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (13) que o trabalho feito pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, quando era juiz da operação Lava Jato, não tem preço, por ter revelado a "promiscuidade do poder", na primeira declaração pública sobre o vazamento de suposta troca de mensagens entre Moro e membros do Ministério Público Federal.

"O que ele fez não tem preço. Ele realmente botou para fora, mostrou as vísceras do poder, a promiscuidade do poder no tocante à corrupção. A Petrobras quase quebrou, fundos de pensão, muitos quebraram, o próprio BNDES, eu falei agora há pouco aqui, nessa época 400 e poucos bilhões entregues para companheiros comunistas e para amigos do rei aqui dentro. Ele faz parte da história do Brasil", disse Bolsonaro a repórteres após evento no Palácio do Planalto.

A declaração foi a primeira manifestação do presidente sobre o caso envolvendo Moro após vários dias de silêncio desde a revelação do caso no domingo.

O presidente se reuniu com o ministro duas vezes nesta semana e compareceu a dois eventos públicos ao lado do ex-juiz, incluindo uma partida do Flamengo em Brasília na noite de quarta-feira, mas não havia comentado o tema. Na terça-feira, Bolsonaro chegou a encerrar uma entrevista coletiva em São Paulo ao ser questionado sobre o caso.

Bolsonaro condenou o vazamento das supostas trocas de mensagens de Moro com o coordenador da Lava Jato no Ministério Público Federal, Deltan Dallagnol, quando era o juiz responsável pela operação na Justiça Federal do Paraná.

"Houve uma quebra criminosa, invasão criminosa, se é que o que está sendo vazado é verdadeiro ou não", afirmou.

O site Intercept Brasil publicou no domingo reportagens que mostram suposta troca de mensagens entre Moro e Dallagnol. Com base no que diz serem arquivos recebidos de uma fonte anônima, o site mostra alegadas conversas entre Moro e Dallagnol sobre decisões, andamento das investigações e sugestões de testemunhas.

Moro e os procuradores da Lava Jato negam irregularidades.

ARMAS

Bolsonaro publcou no mesmo dia em redes sociais que quem sairá perdendo é a população se o Congresso suspender o decreto editado por ele que flexibilizou as regras para porte de arma, um dia depois de a Comissão de Constituição e Justiça do Senado votar para derrubar o decreto.

"No dia de hoje, a mídia escrita disse assim: 'no dia de ontem, o presidente Jair Bolsonaro sofreu uma tripla derrota' na questão das armas. Agora, quem sai perdendo não sou eu não. Eu tenho porte de arma, porque eu sou capitão do Exército. Quem está perdendo é o povo que quer arma", disse o presidente em sua transmissão semanal ao vivo nas redes sociais.

A decisão da CCJ pela derrubada do decreto terá agora de ser analisada pelo plenário do Senado e posteriormente pela Câmara dos Deputados.

A flexibilização do porte de armas foi uma das principais promessas de Bolsonaro durante a campanha eleitoral do ano passado e o decreto neste sentido foi aplaudido por parlamentares da chamada bancada da bala, que argumentam que a medida dará a chance dos cidadãos se defenderem de criminosos.

Por outro lado, o decreto foi alvo de críticas daqueles que entenderam que o texto invadiu competências do Congresso Nacional e de especialistas em segurança pública, que afirmam que um número maior de armas em circulação pode aumentar a violência.


Foto: Reuters
O presidente Jair Bolsonaro (D) e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro (E), durante evento em Brasília


Compartilhe
Comentários

637 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.000 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0072
Tokyo-to Shibuya-ku Hatagaya 1-8-3
Vort Hatagaya 8F