Outras Edições

Em destaque Japão

Ex-vice-ministro japonês mata filho violento por achar que ele poderia atacar pessoas na rua

O isolamento social foi recentemente considerado um sério problema no Japão

Crédito: Redação - 02/06/2019 - Domingo, 18:59h

Tóquio - Um ex-vice-ministro de 76 anos foi preso em Tóquio pelo assassinato de seu filho, no sábado (1), por achar que ele poderia atacar pessoas na rua. As informações são da agência de notícias Kyodo.

O filho Eiichiro Kumazawa, 44 anos, tinha o perfil dos autores de recentes ataques no Japão: desempregado, solteiro, violento e isolado da sociedade, passando boa parte do tempo trancado no quarto.

A polícia prendeu Hideaki Kumazawa, que também foi embaixador do Japão na República Tcheca, por esfaquear seu filho em casa, no distrito de Nerima.

O isolamento social foi recentemente considerado um sério problema no Japão. O homem que matou duas pessoas e esfaqueou outras 18, a maioria crianças, em Kawasaki (Kanagawa), dificilmente saía de casa, onde morava com um casal de tios idosos.

Segundo a polícia, Kumazawa disse que seu filho "era retirado da vida social e mostrava comportamento violento" em relação a ele e sua esposa.

O ex-vice-ministro também disse que ficou preocupado com a possibilidade de seu filho agir impulsivamente e machucar outras pessoas.

De acordo com uma pesquisa do governo divulgada em março, estima-se que 613 mil pessoas com idades entre 40 e 64 anos vivam isoladas da sociedade, com problemas relacionados ao trabalho sendo a maior razão para evitar o contato com outras pessoas.

A pesquisa também mostrou que 540 mil pessoas com idades entre 15 e 39 anos se tornaram socialmente retraídas, mas o governo vê o problema como potencialmente sério para as gerações mais velhas que enfrentam dificuldades financeiras à medida que seus pais envelhecem.

Kumazawa ingressou no atual Ministério da Agricultura, Fazenda, Silvicultura e Pesca em 1967 e tornou-se vice-ministro em 2001.

Ele se demitiu no ano seguinte em meio a críticas relacionadas a um surto de vaca louca no Japão. Kumazawa também foi embaixador do Japão na República Tcheca de 2005 a 2008.

Foto: Reprodução/FNN
Hideaki Kumazawa, preso por matar seu filho em Tóquio
Compartilhe
Comentários

618 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.000 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0072
Tokyo-to Shibuya-ku Hatagaya 1-8-3
Vort Hatagaya 8F