Outras Edições

Em destaque Economia

Docomo vai reduzir tarifas em até 40%, mas aparelhos terão menos descontos

A operadora está antecipando uma determinação do governo japonês

Crédito: Redação - 15/04/2019 - Segunda, 19:14h

Tóquio - A NTT Docomo anunciou nesta segunda-feira (15) que vai reduzir suas tarifas de telefonia móvel entre 20% e 40% a partir de junho e, ao mesmo tempo, acabará com os planos que dão descontos nos aparelhos, beneficiando usuários que não costumam trocar de celular com frequência.

A NTT vai simplificar os contratos oferecendo apenas dois planos de internet: um de 30GB por ¥6.980 e outro de 1GB que custa a partir de ¥2.980 e vai aumentando de acordo com a quantidade de dados até um limite de 7GB por ¥5.980.

No plano de 30GB, o usuário que ultrapassar esse limite terá a velocidade de conexão reduzida para 1Mbps, um avanço em relação ao sistema atual, que é de 128kbps, considerado lento demais para um smartphone.

Haverá redução de ¥1.000 para contratos familiares de três pessoas ou mais e um outro desconto de ¥1.000 por seis meses para quem mudar para o plano de 30GB até 30 de setembro.

A NTT Docomo está antecipando uma determinação do governo para reduzir tarifas. Um projeto de lei nesse sentido está sendo discutido no Parlamento, em meio a críticas de que as operadoras japonesas cobram muito caro em comparação a outros países.

O projeto que revisa a lei de negócios de telecomunicações proibirá as operadoras de oferecer planos que cobrem o preço do telefone em si e as taxas de conexão.

Atualmente, as operadoras cobram altas taxas de uso de dados (internet) em troca de descontos nos aparelhos, um modelo que muitos usuários dizem ser complicado.

Em vez disso, as empresas precisarão cobrar separadamente por dados e dispositivos. Ao adicionar a exigência, será mais fácil para o usuário comparar os serviços, levando a uma maior concorrência e preços mais baixos, segundo o ministro das Comunicações, Masatoshi Ishida.

As mudanças, que podem ser aprovadas pelo Parlamento até junho, também garantirão que os usuários não fiquem amarrados a contratos que geralmente duram dois ou quatro anos.

As operadoras SoftBank e KDDI, responsável pelo serviço de telefonia móvel au, disseram que já cumprem as novas determinações.

Foto: iStockphoto
Compartilhe
Comentários

568 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.000 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0072
Tokyo-to Shibuya-ku Hatagaya 1-8-3
Vort Hatagaya 8F