Outras Edições

Em destaque Tecnologia

Rakuten exige que seus 17 mil funcionários aprendam a programar computador

"Daqui a dez anos o mundo vai ser completamente diferente", disse Hiroshi Mikitani, diretor da empresa

Crédito: Redação - 15/04/2019 - Segunda, 11:53h

Tóquio – O diretor executivo da Rakuten, o bilionário Hiroshi Mikitani, quer que seus 17 mil funcionários aprendam programação de computador. Há alguns anos, ele havia exigido que quem trabalhasse na empresa aprendesse inglês, segundo notícia da Bloomberg.

A proposta de Mikitani é que os trabalhadores saibam como um computador compila um programa e entendam as diferenças de termos comuns ao setor, como CPU e GPU (sendo que um é o cérebro do computador, enquanto o outro executa gráficos). O diretor lembra que a nova medida é obrigatória.

A gigante Rakuten está implantando esta medida em um momento em que seu império de comércio online sofre pressão da sua rival, Amazon. Mikitani quer manter seus funcionários atualizados diante dos novos desafios.

"Se você trabalha para a Toyota, por exemplo, você sabe como funciona o automóvel - estrutura básica do motor, suspensão e assim por diante", disse Mikitani para a Bloomberg Television. "Então, se você trabalha para uma empresa de serviços de TI, você precisa ter um conhecimento básico sobre o que tem no computador", acrescenta.

Em geral empresas de tecnologia não tratam como pré-requisito para cargos não operacionais conhecimento sobre escrever código em Python ou saber lidar com redes sem fio de quarta e quinta geração. Porém, o Fórum Econômico Mundial já divulgou que mais da metade dos trabalhadores precisarão estar devidamente treinados nessas áreas até 2022.

Para o professor de tecnologia da informação e estudos organizacionais da MIT Sloan School of Managment, Thomas Malone, a ideia é boa, citando que uma base sobre programação pode ser valiosa para ajudar gerentes e operários a avançarem no universo da tecnologia e sobre o que ela pode fazer.

"Todos nós estamos vivendo em um mundo moldado e definido pela TI, mas muitos de nós temos um modelo mental da tecnologia análogo a crer que as doenças são causadas por espíritos malignos", diz Malone. "Você pode dar às pessoas uma compreensão suficiente para que elas saibam como fazer as perguntas certas", acredita.

As mínimas habilidades no mundo digital hoje vão além de softwares de produtividade, caso do Microsoft Office, e aplicativos de bate-papo, gerenciamento de banco de dados de clientes e etiqueta de redes sociais. Acredita-se que num futuro próximo os trabalhadores também precisem saber fundamentos da ciência de dados e lidar com inteligência artificial.

Mikitani está preocupado com a rapidez com que a tecnologia evolui, em especial quando diz respeito à inteligência artificial. “Daqui a dez anos o mundo vai ser completamente diferente", diz Mikitani. "A maior parte do serviço que é feito por seres humanos será realizada pela inteligência artificial. E se seus gerentes não estiverem cientes disso, você terá um grande problema", finaliza.

Foto: Reuters
Diretor executivo da Rakuten, Hiroshi Mikitani
Compartilhe
Comentários

568 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
¥5.000 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0072
Tokyo-to Shibuya-ku Hatagaya 1-8-3
Vort Hatagaya 8F