Outras Edições

Em destaque Esportes

ONGs acusam Tóquio de usar madeira ilegal em obras da Olimpíada

Sete organizações disseram ter ficado “profundamente decepcionadas”

Crédito: Reuters - 01/02/2019 - Sexta, 17:22h

Tóquio - Diversas organizações não governamentais (ONGs), incluindo a Rainforest Action Network, acusaram os organizadores da Olimpíada de Tóquio 2020 de não descartarem o uso de madeira associada com a destruição de florestas tropicais e abusos de direitos humanos.

Em um comunicado emitido na última terça-feira, sete ONGs disseram ter ficado “profundamente decepcionadas” com uma revisão recente da política de aquisição de madeira dos Jogos de Tóquio.

Os organizadores dos Jogos anunciaram emendas à política anterior no dia 18 de janeiro.

“Infelizmente, a nova política anunciada em 18 de janeiro deste ano faz melhorias mínimas e não garante a sustentabilidade, ou sequer a legalidade, da madeira adquirida”, disseram os grupos.

“Ao permitir que os fornecedores da Tóquio 2020 continuem obtendo madeira de alto risco de empresas polêmicas, sem a devida diligência legal, a Olimpíada está deixando um legado amargo para o Japão”.

Os princípios centrais do Código de Fornecimento Sustentável dos Jogos de 2020 se concentram na origem dos produtos usados nos preparativos para o evento.

No código, os organizadores afirmam que só “usarão matérias-primas coletadas ou cultivadas levando em consideração a conservação dos recursos, incluindo a perspectiva de mitigar o desmatamento e a degradação florestal”.

Mas em seu relatório de novembro de 2018 a Rainforest Action Network (RAN) alegou que ao menos 134.400 folhas de madeira tropical compensada saídas de florestas tropicais da Malásia e da Indonésia foram usadas na construção de locais de competição dos Jogos.

Os organizadores de Tóquio 2020 negaram, dizendo que seu protocolo de fornecimento melhorou e que lideram as abordagens de sustentabilidade no Japão.

“Com o apoio de um grupo de trabalho de especialistas, debatemos revisões no código de fornecimento de madeira com vários participantes, incluindo ONGs, e resumimos os resultados destes debates”, disse a porta-voz da Tóquio 2020, Masa Takaya, à Reuters via email na quinta-feira

“A Tóquio 2020 está fazendo o máximo de esforços para intensificar atividades que ajudem a criar uma sociedade sustentável por meio dos Jogos de Tóquio de 2020 e se tornem um modelo para tratar de questões de sustentabilidade no Japão e em outros países”, acrescentou.

A Tóquio 2020 também disse que consultou a RAN e que sua contribuição foi incorporada no código de fornecimento revisado.

Foto: Reuters
Vista geral das obras da Vila Olímpica dos Jogos de 2020 em Tóquio
Compartilhe
Comentários
1 ano
26 edições
¥5.000 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0072
Tokyo-to Shibuya-ku Hatagaya 1-8-3
Vort Hatagaya 8F