Outras Edições

Em destaque Japão

Relatório diz que professor foi a causa de suicídio de menino de 13 anos no sul do Japão

Menino cometeu o ato em 2015, após sofrer rigorosas repressões de um professor

Crédito: Redação - 17/01/2019 - Quinta, 16:10h
Amami – Um relatório emitido pelo Comitê de Educação de Amami, em Kagoshima, apontou o comportamento de um professor como a causa do suicídio de um aluno de 13 anos em 2015.

Segundo reportagem do jornal Asahi, o comitê verificou que, em novembro de 2015, o aluno, que estava no 1° ano do ensino ginasial (chugakkou), teria cometido bullying contra um colega e sofrido repreensão de quatro colegas e do professor responsável pela turma.

Inicialmente, o relatório havia apontado que o menino teria cometido suicídio por “tomar a responsabilidade” após cometer bullying contra um colega. Porém, o Ministério da Educação não aceitou esta justificava e a causa do suicídio ficou marcada como “desconhecida”.

Com o aprofundamento da investigação sobre o caso, o Comitê verificou que o bullying que o menino havia cometido contra um colega foi fruto de um mal-entendido. O colega falava com sotaque e algo dito por ele foi entendido como um xingamento pelo menino.

Porém, sem esclarecer o ocorrido, o professor teria agido com repressão. O aluno cometeu suicídio logo após a visita domiciliar do professor e o relatório concluiu que “não há dúvidas de que a vítima foi pressionada”.

O caso deverá ser corrigido nos relatórios do Ministério da Educação e o Comitê afirmou que utilizará o caso como referência para trabalhar na prevenção.

Foto: iStockphoto
Compartilhe
Comentários
1 ano
26 edições
¥5.000 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0072
Tokyo-to Shibuya-ku Hatagaya 1-8-3
Vort Hatagaya 8F